Site brasileiro promete pagar em Bitcoin por compras na Amazon, Americanas, Booking e outros

O site brasileiro BitBack promete retornar o valor de suas compras em Bitcoin, segundo um comunicado de imprensa enviado ao Cointelegraph em 17 de junho.

A plataforma funciona como um CashBack, sistema que surgiu nos EUA e vem ganhando força no Brasil. Neste sistema, as lojas retornam uma porcentagem do valor pago pelo cliente nas mercadorias adquiridas, no caso do BitBack isso é feito com Bitcoin.

“Desenvolvemos o primeiro sistema de Cashback com Bitcoin do Brasil. Temos observado todo o potencial das criptomoedas e como elas podem mudar a vida das pessoas integrando mais cidadãos ao sistema econômico e fornecendo uma alternativa a este sistema que muitas vezes exclui cidadãos, por conta disso escolhemos o BTC como moeda nativa para nosso sistema, além de servir como forma de pagamento o usuário pode usar seus retornos em Bitcoins como uma entrada no universo de investimento em criptomoedas, a partir daí, ampliar o horizonte para novas possibilidades”, destaca Otávio Lima, idealizador do BitBack.

Lima reforça que atualmente são cerca de cinquenta portais parceiros que oferecem retornos variados paras compras, saindo de 1% de retorno no caso de compras feitas no Kaboo até 5,18% no caso da loja de ternos Aramis. No entanto, segundo ele, os parceiros devem aumentar e já há outros grandes varejistas e plataformas de e-commerces previstas para serem integradas.

“Estamos trabalhando em outras integrações com grandes varejistas. Ainda não posso revelar os nomes mas, em breve, teremos importantes marketplaces conectados com nossa plataforma e com retornos ainda mais expressivos para o usuário “, finaliza.

Como reportou o Cointelegraph o Bitcoin (BTC) ultrapassou um milhão de endereços ativos diários em 14 de junho, de acordo com o estatísticas do CoinMetrics e, em 11 de junho a Coinbase lançou seu cartão de débito Visa em seis países europeus. Os cartões são sincronizados diretamente com suas contas da Coinbase. O cartão vem como um aplicativo móvel para iOS ou Android e como um cartão físico que pode ser usado para retirar moedas fiduciárias de caixas eletrônicos.