Casa de câmbio brasileira passa a aceitar Bitcoin para compra de Dólar no Rio de Janeiro e em São Paulo

A casa de câmbio carioca Europa Câmbio começou a aceitar Bitcoin (BTC) para a compra de Dólares nesta segunda-feira, 6 de maio, em suas lojas no Rio de Janeiro e em São Paulo. A notícia foi publicada inicialmente pelo jornal O Estado de S. Paulo.

Segundo a matéria, a Europa Câmbio passa a aceitar o BTC “como forma de pagamento em transações regulares de compra e venda de moedas estrangeiras”. 

A compra e venda da criptomoeda passou por fase de testes e agora passa a ser implementada nas lojas do Shopping Leblon, na zona sul do Rio, e na loja online, com entrega para São Paulo.

A matéria ainda diz que a previsão é de implementação do serviço em 25 filiais da casa de câmbio até junho de 2019. 

O fundador da empresa, Túlio Ferreira dos Santos, diz que a compra será realizada como o fazem normalmente os clientes da rede, com uma máquina de cartão de crédito para realizar a transação.

O Estadão ainda lembra que a criptomoeda não é considerada um ativo financeiro pela regulação brasileira. A criptomoeda sairia da carteira virtual do comprador para uma exchange pertencente à casa de câmbio, que faz a conversão. 

“Oficialmente, toda a transação com a casa de câmbio é em Real. Não existe nenhuma zona cinzenta de legislação”, diz Santos. 

O jornal, porém, classifica o processo como “puxadinho”. O texto também compara a iniciativa da empresa carioca com a rede da fintech americana Bitpay, que tem como parceiras a Amazon, Microsoft e Uber, dizendo que trata-se de uma “tropicalização” da iniciativa americana.

Finalmente, a matéria compara a iniciativa da Europa Câmbio com outras empresas relacionadas a exchanges de criptomoedas, como a Atar, que implementa a adoção de criptomoedas na economia real através de parceria com a empresa catarinense Stratum.