Brasil ganhará novo Banco Digital que terá maquininha de cartão com blockchain

O Banco Digital, SmartBank, deve iniciar operações no Brasil no segundo semestre de 2019 e terá incorporado um sistema de pagamento e recebimento que é operado por blockchain, de acordo com uma reportagem do jornal Valor Econômico, publicada hoje, 03 de julho.

De acordo com a reportagem, a fintech CloudWalk irá atuar no mercado nacional com a InfinitePay, um PoS (não confundir com Proof-of-stake), uma maquininha de cartão, que têm um sistema baseado em blockchain que confirma as operações feitas com os cartões e que, segundo a empresa, reduz custos operacionais e tempo nas operações.

"A InfinitePay traz soluções digitais para a maquininha, usando a tecnologia de blockchain. É a ponte que pega o ambiente tradicional e analógico do ponto de venda e o transforma em digital, [com o sistema em blockchain] em vez de ter 300 pessoas, tenho 40 para gerenciar os pagamentos. O mercado brasileiro hoje é uma agiotagem legalizada para o lojista e a gente que 'disruptar' esse modelo. Depois do duopólio CieloRedecard, veio uma primeira geração de disruptores encabeçada pela GetNet, e depois a segunda geração com Stone e PagSeguro. Nós somos a terceira", declarou Luís Silva, empresário que fundou a CloudWalk em 2013

A empresa declara que oferecerá as menores taxas do mercado, sendo 0,40% nas operações na maquininha e para antecipar fluxo de recebíveis haverá uma taxa de até 7,45% nas compras em 12 vz enquanto nas outras operadoras o valor pode chegar até a 40%.

Como reportou o Cointelegraph, um novo projeto de blockchain banking brasileiro, o Z.ro Bank, entrou em funcionamento no Brasil integrando serviços financeiros tradicionais - como pagamento de contas, cartão de débito, transferências e recargas de celulares - a uma carteira de criptomoedas