Primeiro banco digital baseado na blockchain já está em operação no Brasil

Vocë já pensou em pagar boletos bancários, fazer recargas no celular ou contratar empréstimos utilizando Bitcoin? Uma fintech brasileira promete possibilitar esse e vários outros tipos de operação. Primeiro banco digital brasileiro a usar a blockchain em suas transações, o Pitaia Bank já está em funcionamento.

A empresa utiliza a blockchain para garantir a integridade e autenticidade das transações, reduzir custos de operação e agilizar transferências monetárias (inclusive internacionais), tornando o uso da criptomoeda simples e seguro.

"O Pitaia Bank utiliza a blockchain do Bitcoin para transacionar via moedas digitais e pagamentos com QR Code. Decidimos utilizar a moeda digital mais aceita em pontos de venda, visto que nossa missão é democratizar os meios de pagamentos em moeda digital no Brasil" afirmou a empresa, em contato com a reportagem do Cointelegraph Brasil.

Segundo informações da própria companhia, o banco está cadastrado no Banco Central para realizar operações de arranjos de pagamento, mas a operação da empresa não está sujeita à regulamentação por ter apresentado faturamento inferior a R$500 milhões

Os cliente do Pitaia Bank poderão usar cartão de débito pré-pago, fazer empréstimos e consórcios, contratar máquina POS e gateway para e-commerces - o que vai permitir, por exemplo, que empresas clientes do banco digital possam oferecer o Bitcoin como método de pagamento em suas lojas físicas ou online.

A empresa também já lançou sua exchange própria - a Pitaia Trade - na qual os clientes podem comprar e vender Bitcoins. No roadmap, está previsto para janeiro de 2019 um app para pagamentos de boletos, recargas de celular, contratação de empréstimos, consórcios e seguros, entre outros serviços - tudo utilizando Bitcoins.

Criada pelos empresários Augusto Santos e Simone Abravanel, o Pitaia Bank terá como principais fontes de receita produtos como empréstimos e consórcios, taxas cobradas de lojistas que adotaram o sistema do banco para receber pagamentos em Bitcoin, produtos de investimento e comissões geradas no Pitaia Trade.