Navegador Brave verifica aumento de 1.200% de editores registrados ao longo do ano

O número de editores que usam o navegador Brave, descentralizado e baseado em blockchain, aumentou em 1.200% em relação ao ano passado, informou a agência de notícias Decrypt em 11 de agosto.

De acordo com dados do BATGrowth - um site que monitora a adoção do Brave Browser - o número de editores do Brave Rewards foi de 18.931 em julho de 2018, enquanto o número atual é de mais de 230.000 no momento da escrita.

São 29.278 editores de sites, incluindo o Washington Post e a Smithsonian Magazine, 17.417 editores do Twitter, 2.917 editores do Reddit, 166.698 editores do YouTube e mais de 12.000 editores do Twitch usam o programa Brave Reward.

No início de agosto, a Brave anunciou um recurso que permite remunerar os criadores de conteúdo no Twitter com os seus Basic Attention Tokens (BAT) nativos. O anúncio também listou vários recursos associados ao serviço de gorjeta, incluindo a configuração de gorjeta regulares, bem como um mecanismo para twittar para um criador de conteúdo e dizer a ele como reivindicar sua doação.

No mês passado, noticiou-se que os usuários da última versão do Brave agora podem retirar seus tokens BAT depois de verificar sua identidade com a startup de criptomoedas UpHold. Após a verificação, os usuários poderão comprar tokens BAT adicionais, caso desejem contribuir para a manutenção do site e para a criação de conteúdo.

No momento da escrita, a BAT está sendo negociada em torno de US$ 0,201, uma queda de 2,76% nas últimas 24 horas, de acordo com dados da CoinMarketCap . A moeda começou sua vida em torno de US$ 0,166 em junho passado, depois de ter visto seu ponto mais alto de preço de US$ 0,86 em janeiro.