Bloomberg: recentes altas do Bitcoin podem estar ligadas ao algotrading

O recente salto no mercado das criptomoedas pode estar ligado a negociações via algoritmos, segundo publicação da Bloomberg desta quarta-feira, 3 de abril.

Algotrading - método que usa softwares automatizados para detectar tendências e determinar quando os negócios devem ser feitos - tem aumentado nos últimos meses, de acordo com a Bloomberg. A indústria registrou 17 novos algoritmos ou fundos quantitativos lançados desde setembro, um montante que compreende 40% dos fundos  hedge de criptomoedas iniciados durante esse período.

Enquanto os fundos de criptomoedas em geral perderam em torno de 72% devido ao mercado de urso de 2018, os fundos baseados em algoritmos informaram ganhos entre 3% e 10% ao mês durante o inverno cripto.

A Bloomberg afirma que o inesperado aumento de 20% nos preços do Bitcoin (BTC) na terça-feira, 2 de abril, pouco depois da abertura dos mercados asiáticos, pode ter sido provocado por uma transação de US$ 100 milhões feita em três grandes exchanges.

Especialistas ouvidos pela Reuters afirmaram que um pedido de 20.000 BTC (cerca de US$ 100 milhões no momento desta publicação) foi distribuído nas exchanges de criptomoedas baseadas nos Estados Unidos Coinbase e Kraken, e na exchange localizada em Luxemburgo Bitstamp. Desencadeado pela ordem gigante, os bots poderiam então ter começado a operar, forçando os preços e volumes a subir.

Alguns empresários citados pela Bloomberg acreditam que o algotrading terá um impacto positivo na indústria de criptomoedas. Wei Zhou, CFO da exchange de criptomoedas Binance, localizada em Malta, diz que os algortimos serão as novas estrelas do rock da indústria.

Enquanto isso, há quem tema que o algotrading possa acionar a manipulação do mercado. Travis Kling, fundador do fundo de hedge cripto Ikigai, baseado em Los Angeles, disse à Bloomberg que alguns deles poderiam usar ordens falsas para enganar outros operadores.

A Bloomberg publicou uma série de notícias e spots de TV citando as possíveis razões por trás da visível reviravolta do mercado. Um dos profissionais da Bloomberg, Eric Lam, relembrou uma reportagem falsa do Dia da Mentira - afirmando que a Securities and Exchange Commission dos Estados Unidos havia finalmente aprovado um ETF do Bitcoin - que pode ter afetado o mercado das critpomoedas.

Outra razão citada pela Bloomberg é o Brexit. Há quem acredite que investidores possam estar trocando libras por BTC em função do divórcio da Grã-Bretanha com a UE.