Post anônimo na Blockstream propõe jogo com recompensa no valor de US$ 1 milhão em Bitcoin

Uma caça ao tesouro em Bitcoin (BTC) valendo a quantia de US$ 1 milhão foi lançada por um misterioso entusiasta de criptomoedas através de uma mensagem postada anonimamente no serviço de dados em tempo real do Blockstream Satellite.

A "caça ao tesouro" foi lançada através do “Satoshi's Treasure”, jogo que supostamente esconde as chaves privadas de 159 BTC no valor aproximado de US$ 1 milhão.

De acordo com o longo e desconexo post, a caça ao tesouro do Bitcoin é projetada para trazer "emoção para um mundo previsível". Uma quantidade significativa de Bitcoins será o prêmio para quem descobrir o tesouro - cerca de de acordo com os preços atuais.

"Muitas pessoas brincaram que estamos fazendo a versão bitcoin do Ready Player One", disse o co-fundador da Primitive Ventures, Eric Meltzer, que é co-criador do jogo, ao site CoinDesk. "O jogo vai ter um placar para mostrar quais equipes têm mais chaves." O próprio Meltzer doou uma parte significativa do prêmio de Bitcoins, além de investidores anjos anônimos.

"Esqueça as regras, vá brincar", provocou Meltzer, acrescentando que até agora mais de 6 mil pessoas se inscreveram na lista de discussão do jogo para as principais atualizações.

Meltzer contou com a ajuda do co-criador do Zcash, Ian Miers, e de outros 18 colaboradores, para que nenhuma pessoa soubesse o horário ou a localização de todas as pistas ou chaves. Os enigmas lógicos são espalhados pela internet e às vezes impressos e espalhados no mundo real também.

"Existem algumas pistas que são muito caça ao tesouro, e pistas onde é puramente um quebra-cabeças lógicos ou problemas de matemática", disse Meltzer, acrescentando que o resultado final renderá numericamente um fragmento chave.

A primeira pista, divulgada ontem, parece apontar os usuários na direção do satélite Blockstream, que transmite dados relacionados ao Bitcoin. A mensagem foi divulgada no twitter do entusiasta do Bitcoin, Grubles.

Há planos para, eventualmente, lançar um aplicativo para ajudar os jogadores a rastrear dicas e atualizações, mas não será necessário para jogar. O aplicativo também será um canal de patrocínio e parcerias com marcas externas.

“Quando a equipe vencedora vence, eles o fazem pegando o Bitcoin e não temos nada a ver com isso. Nós não estamos dando o prêmio ", disse Meltzer. Comentando sobre a faixa etária do público do jogo, ele disse que "muitos jogadores são jovens, até agora estão muito jovens. Eu não acho que vai ficar assim."

Esta não é a primeira iniciativa de utilizar o Bitcoin como prêmio em um jogo. No começo do ano nós tivemos algo parecido - um artista francês escondeu chaves privadas de uma carteira de bitcoin em seu mural - como contou matéria da Cointelegraph Brasil.