Blockchain muda radicalmente o relacionamento Estado-Indivíduo, diz think tank do Reino Unido

Um relatório recente da Reform, um grupo de pesquisa (think tank) independente do Reino Unido, recomenda que o governo do Reino Unido use a tecnologia Blockchain para gerenciar os dados pessoais de seus cidadãos. Uma das declarações de abertura do relatório diz:

"O governo deve usar a tecnologia Blockchain para tornar o gerenciamento de identidade mais seguro e eficiente".

De acordo com o relatório, um novo modelo de gerenciamento de identidade baseado em Blockchain colocaria os cidadãos no controle de seus próprios dados pessoais, alterando fundamentalmente a atual relação estado-cidadão:

"Este novo modelo reimagina a relação entre o estado e o indivíduo, já que o governo se tornaria o verificador, e não o controlador, da identidade do serviço público das pessoas".

Espaço para melhora

A reforma diz que o governo já tentou descentralizar seu gerenciamento de identidade com a introdução do GOV.UK Verify, um serviço que permite que os cidadãos verifiquem sua identidade ao acessar um serviço do governo escolhendo de uma lista de empresas certificadas.

No entanto, a Reform alega que há problemas com este sistema, citando a ineficiência e o fato de que o governo ainda controla os dados pessoais dos cidadãos.

O relatório da Reform detalha como a tecnologia Blockchain poderia ser usada pelo governo do Reino Unido para aumentar a eficiência e a segurança. A natureza distribuída do Blockchain permitiria que os dados fossem armazenados de forma mais segura e deslocassem a propriedade da identidade do governo para os cidadãos individuais.

A Reform observa o impacto potencial que um modelo baseado em Blockchain teria sobre a relação entre estado e cidadão, afirmando:

"Este modelo requer uma mudança radical no papel do governo. O governo passaria de fornecer armazenamento de dados para verificar a identidade".

No relatório, eles também esclarecem que, dada a natureza sensível do gerenciamento de dados pessoais, o governo usaria um Blockchain com permissão, o que significaria que seria dono da rede e controle quem tem permissão para acessar e se juntar a ele.

Relatórios do governo do Reino Unido UK sobre o Blockchain

Um relatório publicado em 28 de novembro pela Câmara dos Lordes britânica detailha a necessidade do governo do Reino Unido testar e implementar a tecnologia Blockchain em setores públicos e privados.

O relatório da Câmara dos Lordes seguiu outro importante relatório sobre a Tecnologia de Livro-Razão Distribuído (DLT) do Conselheiro Científico Principal do governo do Reino Unido, publicado em janeiro.

O relatório de janeiro identifica os benefícios potenciais da tecnologia Blockchain para cidadãos do Reino Unido e da economia, afirmando especificamente:

"As tecnologias de livro-razão distribuído têm o potencial de ajudar os governos a cobrar impostos, oferecer benefícios, emitir passaportes, efetuar registros de terras, garantir a cadeia de fornecimento de bens e, geralmente, garantir a integridade dos registros e serviços do governo".