Empresa blockchain HashCash faz parceria com 'proeminente' empresa australiana de jogos

A empresa blockchain HashCash Consultants anunciou uma parceria com uma desenvolvedora australiana de jogos para videogame não divulgada para lançar seus serviços de exchange de cripto e tokenização de tarja branca para a indústria de jogos. O desdobramento foi anunciado em um comunicado de imprensa da HashCash em 4 de fevereiro.

A HashCash é uma empresa de blockchain focada no fornecimento de soluções blockchain “tarja branca" (white label) para o setor de jogos — ou seja, soluções pré-desenvolvidas que podem ser compradas e renomeadas por seus clientes para facilitar a mudança para um novo modelo de negócios baseado em blockchain. A empresa anunciou no comunicado de imprensa que está fazendo uma parceria com uma "desenvolvedora australiana proeminente de jogos para videogames", embora não tenha revelado o nome da empresa.

Em 2017, a HashCash levantou 150 milhões de dólares em financiamento de capital de risco para desenvolver suas soluções, que abrangem serviços de oferta inicial de moedas (ICO), suporte ao desenvolvimento de exchanges cripto e tecnologia de processador de pagamento cripto.

O comunicado de imprensa descreve como uma mudança para um modelo baseado em tokenização e blockchain pode ajudar a inovar no setor de jogos, permitindo que empresas de jogos monetizem seus ecossistemas abrindo canais de micropagamento descentralizados entre produtores de conteúdo, streamers e espectadores.

A HashCash não respondeu ao pedido de comentários da Cointelegraph sobre a parceria até o momento desta publicação.

Como divulgado anteriormente, as grandes empresas de jogos estão adotando cada vez mais a tecnologia blockchain para reformular suas comunidades on-line, distribuição de conteúdo e até mesmo produtos. Em dezembro, a empresa de jogos Atari - famosa por desenvolver jogos como Tetris e Pac Man - assinou um contrato de licença com a Animoca Brands para criar versões blockchain de dois de seus populares jogos para celular.

Em novembro, a Epic Games - desenvolvedora do popular jogo de videogame Fortnite - causou polêmica na comunidade cripto depois de acidentalmente começar a aceitar pagamentos na altcoin Monero (XMR), focada em privacidade, em sua loja oficial de mercadorias. O CEO da Epic Tim Sweeney disse sobre o movimento não intencional:

"Muitos de nós na Epic são grandes fãs da tecnologia de computação descentralizada subjacente à criptomoeda, no entanto muito mais trabalho é necessário em termos de volatilidade e prova de fraude antes de trazê-la para um público tão amplo que inclua jogadores mais jovens."