BlockchainBH realiza campanha para ajudar moradores de rua por meio de Bitcoin e criptomoedas

O grupo brasileiro, BlockchainBH lançou uma campanha que tem por objetivo arrecadar recursos para ajudar moradores de rua de Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, conforme um comunicado compartilhado com o Cointelegraph, hoje, 17 de junho.

A BlokchainBH é uma iniciativa de educação e propagação da industria cripto/blockchain no Brasil e foi fundada em 2018 por Yakko Majuri e Victor Silveira. A iniciativa chamada "Warm up" será realizada pela terceira vez no país e, segundo a organização o objetivo da campanha é reunir doações em criptomoedas que serão usadas para comprar e distribuir cobertores para a população de moradores de rua.

"Da doação à entrega, todo o processo é gerenciado inteiramente pelo BlockchainBH e não nos beneficiamos das doações", segundo o site oficial da campanha

De acordo com a organização a totalidade das doações será dedicada à compra de cobertores para os sem-teto e a BlockchainBH "não manterá nenhum percentual de qualquer doação, o que será comprovado pelo Relatório de Transparência publicado após o término da campanha". Quem desejar doar pode fazê-lo usando Bitcoin (35Nno4sHpcLLR7kHTnKMZEm6GWnpqgNCsj) e Ethereum (0x44acC3F509CbEAc302B1C656D393e30858e07018).

"[aceitar doações com criptomoedas] Permite que as doações cheguem facilmente de qualquer parte do mundo, o que aumenta o número possível de doadores; fornece mais transparência do que os sistemas tradicionais. Com nossos endereços de carteira, qualquer pessoa poderá acompanhar quanto dinheiro a campanha gerou, portanto, não há dúvidas sobre o valor recebido, evitando fraudes; e, mostra o poder das criptomoedas quando aplicado a problemas do mundo real".

Ainda segundo a organização, por meio de uma parceria com a DVision Tech, todas as doações até um limite total de R$ 2.000 (reais) serão dobradas pela empresa parceria, ou seja, a cada doação, a DVision irá doar o mesmo valor.

O Cointelegraph reportou que o ex-senador dos Estados Unidos, Rick Santorum, entrou para o conselho de um projeto de criptomoeda católico voltado para ajudar a comunidade. De acordo com Jim Nicholson, o Cathio, como é chamada a plataforma, não apenas poupará dinheiro à Igreja, mas também aumentará a transparência das transações financeiras e a conectividade das pessoas, incluindo maior desenvolvimento e promoção dos doadores.