Adoção da blockchain não é prioridade para executivos financeiros, mostra pesquisa da KPMG

A maioria dos executivos tributários e em finanças não considera a adoção da tecnologia blockchain, de acordo com uma pesquisa recente realizada pela empresa de auditoria e uma das Big Four KPMG. Os resultados da pesquisa foram compartilhados com o Cointelegraph nesta terça-feira, 9 de abril.

A pesquisa foi realizada durante um webcast chamado "Entendendo a Blockchain - isso não é apenas sobre criptos" de fevereiro de 2019. A KPMG perguntou para cerca de 450 executivos de finanças e tributos de diferentes empresas sobre blockchain e outras tecnologias.

De um modo geral, a pesquisa mostrou que os executivos nas duas áreas estão buscando soluções diferentes para eliminar as tarefas rotineiras das operações de suas equipes. Para eles, a adoção da blockchain não é de alta prioridade, de acordo com os resultados.

Pelo menos 60% dos entrevistados afirmaram que gostariam de implementar a blockchain em suas empresas para automatizar algumas tarefas repetitivas. No entanto, 67% não estavam usando a tecnologia na época, enquanto os outros 27% não tinham certeza se sua empresa estava usando.

Os participantes também citaram os principais fatores que impedem a implementação da blockchain em suas empresas: 33% e 22% dos entrevistados mencionaram falta de recursos e de financiamento, respectivamente. Outros entrevistados apontaram a falta de acesso aos tomadores de decisões em tecnologia nas suas organizações, juntamente com a falta de capacidade tecnológica.

O diretor de inovação e líder tributário de blockchain na KPMG, David R. Jarczyk, acredita que a blockchain pode melhorar significativamente o fluxo de trabalho de equipes de alto nível. Enquanto a blockchain faz o trabalho de rotina, eles podem se concentrar em analisar os dados, acrescentou.

“A Blockchain é como uma planilha em esteróides que pode automatizar determinadas tarefas, criar maior transparência, velocidade e confiabilidade e fornecer uma única fonte de informações transacionais”, concluiu Jarczyk.

Uma pesquisa anterior conduzida pela KPMG no final de 2018 mostrou que quase metade dos executivos acreditam que a blockchain provavelmente ou muito provavelmente mudará a forma como seu negócio é conduzido nos próximos três anos, enquanto 41% dos entrevistados disseram que provavelmente usarão a tecnologia no futuro.

Outra pesquisa realizada pelo Global Blockchain Business Council revelou que 40% dos investidores institucionais acreditam que a blockchain é a inovação mais importante desde a internet. No entanto, apenas um terço deles disse que suas empresas precisariam encontrar um chefe de blockchain para seus conselhos nos próximos cinco anos.