BitPay faz parceria com a Refundo para permitir aos contribuintes restituição de impostos em Bitcoin

A BitPay, empresa de serviços de pagamentos com criptomoedas, fez uma parceria com a Refundo, empresa de produtos financeiros relacionados a impostos, para permitir aos contribuintes a restituição de impostos em Bitcoin (BTC). O desenvolvimento foi anunciado em um comunicado compartilhado com o Cointelegraph nesta terça-feira, 30 de abril.

O novo produto da Refundo, apelidado CoinRT, permite que os contribuintes recebam de forma total ou parcial o reembolso de impostos federais e estaduais em BTC via BitPay, garantindo baixas taxas de transação, velocidade e atendimento aos não bancarizados.

Para começar a usar a plataforma, os contribuintes precisam criar uma conta, fornecer um endereço de carteira Bitcoin e receber um número de conta exclusivo para inserir em suas declarações de imposto de renda. Os clientes então têm que passar por um procedimento Know Your Customer, e uma vez que o Internal Revenue Service (IRS) ou o estado depositem o reembolso, a BitPay processará o pagamento e realizará a transferência para a carteira de criptos do contribuinte.

Os principais participantes do setor financeiro vêm adotando a questão fiscal ao lidar com as criptomoedas. No mês passado, a Big Four de serviços de auditoria e serviços profissionais, Ernst & Young, lançou uma ferramenta para contabilidade e preparação de impostos para donos de criptomoedas. O produto pode obter informações sobre transações com criptos de "praticamente todas" as principais exchanges, consolidar dados de várias fontes e gerar automaticamente relatórios, incluindo declarações de impostos do IRS relacionadas às criptomoedas.

Em fevereiro, o software de preparação tributária dos Estados Unidos, a TurboTax Online, firmou uma parceria com a CoinsTax para adicionar o cálculo do imposto sobre as criptomoedas aos seus serviços. O serviço permitirá que os usuários importem dados de negociação diretamente das principais exchanges. Uma vez calculados, os ganhos de capital e os relatórios de receita podem ser baixados ou enviados diretamente para o Formulário 1040, Anexo D.

Em 11 de abril, 21 diferentes representantes federais dos EUA enviaram uma carta bipartidária ao IRS solicitando orientação sobre como informar as moedas virtuais nos impostos. A ação ocorreu antes do prazo final para declaração de imposto de renda em 15 de abril de 2019. A carta pedia que a Receita Federal especificasse métodos aceitáveis para calcular a base de custo das moedas virtuais, atribuição de custos e alívio de lote, bem como impostos para hard forks de criptos, citando o hard fork do Bitcoin que deu origem ao Bitcoin Cash (BCH), realizado em agosto de 2017.