Bitfury entra na indústria da música com lançamento de plataforma de código aberto baseada em blockchain

O fabricante de minerador de Bitcoin e blockchain Bitfury anunciou o lançamento de um empreendimento de código aberto dedicado à indústria da música em um post no Medium de 16 de janeiro.

O spin-off, que recebeu o nome de Bitfury Surround, tem como objetivo lidar com fluxos de renda complexos e muitas vezes injustamente proporcionados entre artistas, fãs e intermediários usando a tecnologia blockchain.

O post explica,

“A plataforma Surround permitirá que toda a indústria de entretenimento musical agilize as operações por meio de transferência segura de ativos de direitos autorais e conectividade simplificada, bem como melhores sistemas de monitoramento e gerenciamento."

O Surround marca a expansão contínua da Bitfury em vários domínios para além da mineração. Dentro do ecossistema Bitcoin (BTC), enquanto isso, nesta semana a empresa inaugurou pagamentos fora da cadeia através da Rede Lightning para o seu primeiro ambiente de exchange por meio de uma parceria com a BTCBIT da Polônia.

Antes disso, em dezembro de 2018, a Bitfury revelou planos para lançar um acelerador blockchain na Rússia em conjunto com a gigante  global de consultoria PwC.

"A indústria do entretenimento musical evoluiu para um ambiente complexo, competitivo e voltado para a tecnologia, que sofre de uma grave falta de transparência", comentou Valery Vavilov, CEO da Bitfury, sobre o projeto Surround. Vavilov observou ainda:

“Queremos defender artistas e ajudar a incentivar o crescimento de toda a indústria através da criação deste ecossistema aberto baseado em blockchain.”

As entidades blockchain tentam lidar com a transparência da indústria musical há vários anos, com ideias como um serviço de streaming baseado em blockchain sendo desvelado em 2018.