Bitcoin mantém consolidação acima de R$ 38.000 e altcoins têm dia de queda no mercado brasileiro

O preço do Bitcoin (BTC) nas exchanges brasileiras nesta segunda-feira, 22 de julho, acompanha a consolidação da maior criptomoeda acima da faixa dos US$ 10.000 desde a semana passada.

No Brasil, o Bitcoin continua sendo negociado acima da faixa dos R$ 38.000, no momento (16h de 22/7) com preço ao redor de R$ 38.822,13, o que representa queda de 0,51% nas últimas 24 horas.

O volume negociado nesta segunda-feira no Brasil é ainda mais baixo do que o da última sexta-feira, com 552 BTCs negociados, segundo o portal BitValor.

Entre as exchanges brasileiras, quem teve maior volume negociado nesta segunda-feira foi o Mercado Bitcoin, com 326 BTCs, seguido pela Bitcoin Trade (81), BitcoinToYou (78) e BitCâmbio (44).

A variação de preço no dia também foi amena, com a mínima registrada em R$ 38.120 e máxima chegando a R$ 40.373,69.

Entre as demais grandes criptomoedas negociadas no Brasil, o Ethereum opera em queda de 1,81%, negociado em R$ 808,32,. Já o Ripple tem perdas de 1,71% até chegar aos R$ 1,20, e o Litecoin tem expressiva baixa de 3,66%, valendo R$351,48. 

Das moedas do Top 10, apenas duas registram ganhos: Binance Coin, negociada a R$ 113,68, alta de 1,49%, e Tron, 10ª maior criptomoeda por capitalização de mercado, tem alta de 2,79% para ser negociado ao redor de R$ 0,11. Já o Tether sofre pequena variação positiva mas se mantém próximo ao valor para o qual ele foi concebido, de US$ 1.

Entre os índices dos mercados tradicionais no Brasil, as ações da Ibovespa operam em alta de 0,55% nesta segunda, chegando aos 104.023 pontos. O Dólar e o Euro operam em queda no momento. A moeda americana tem baixa de 0,32%, negociado no câmbio comercial a R$ 3,73, enquanto o Euro perdeu 0,36%, chegando a R$ 4,19.