Transações de Bitcoin que utilizam SegWit chega a quase 50% e escalabilidade do ativo digital aumenta

A Segregate Witness (SegWit) - uma atualização do protocolo da blockchain do Bitcoin - registrou uma adoção de 48.1%, de acordo com os dados mais recentes extraídos do site de análises de dados transactionfee.info.

A Segwit é uma atualização de protocolo que ajuda a blockchain do Bitcoin a lidar com mais transações de uma só vez e por uma taxa de transferência menor. Os dados também mostram que as transações de Bitcoin feitas com a SegWit atingiram 48,83% na semana passada.

Nos últimos anos, muitos tecnólogos atacaram o problema de escalabilidade do Bitcoin e suas altas taxas de transferência. O SegWit - que foi ativado em 23 de agosto de 2017 para melhorar a qualidade das transações - também trouxe consigo com a promessa de eliminar o problema do limite de tamanho de bloco do Bitcoin.

Através da utilização de endereços SegWit, a rede Bitcoin seria capaz de ter blocos de transações com mais de 1 MB. Como citado pelo analista de criptomoedas Vortex em sua conta no Twitter, a rede Bitcoin já tem processado blocos com mais de 1 MB diariamente.

A melhoria também permite que mais transações sejam processadas a cada dez minutos, aumentando a velocidade das transações e reduzindo as altas taxas de transferências pagas pelos usuários. 

A implementação do SegWit também possibilitou a configuração de protocolos de segunda camada como a Lightning Network, que ajuda a aumentar ainda mais a capacidade de transações do Bitcoin.

Com o protocolo, agora 48.1% dos pagamentos de Bitcoin são realizados pelos próprios usuários. Na semana passada, o índice atingiu 48,83%.

O aumento na adoção do SegWit teria relação direta com a oferta de transações mais rápidas e mais baratas. Por exemplo, quando as taxas de transação de Bitcoin aumentaram no início de 2018, a adoção da Segwit subiu de 7% para 25%.

Da mesma forma, as taxas de transação do Bitcoin em maio de 2019 aumentaram de US$ 0,54 para até US$ 2,36. Como resultado, os pagamentos do Bitcoin com SegWit passaram de 40,41% para 45,71% entre 1º de maio e 18 de maio de 2019. 

Os dados mostram que taxas de transação mais altas podem tornar o SegWit mais atraente para empresas e usuários de criptomoedas.

Esta relação pode ser baseada nos resultados obtidos durante um aumento das taxas e do congestionamento da rede, quando grandes exchanges, como a Coinbase e a Bitpay, optam por alternativas mais eficientes.

O sentimento crítico da comunidade sobre a escalabilidade e as altas taxas de transferência do Bitcoin pode estar mudando. A adoção de inovações como o SegWit por usuários e exchanges pode ajudar no aumento da capacidade de transações da rede.

Conforme reportado pelo Cointelegraph, a exchange brasileira BitcoinTrade anunciou neste mês suporte ao SegWit.