Bitcoin surpreende em sobe mais de 8% levando preço acima de US$ 7 mil novamente

Em mais um movimento inesperado pelo mercado o Bitcoin subiu mais de 8% em poucos minutos voltando a ser cotado acima de US$ 7 mil e rompendo um ciclo de baixas recentes que levou o preço da principal criptomoeda do mercado a ser negociado abaixo de US$ 6.700

Assim como a queda dos dias anteriores a subida brusca não tem uma causa aparente ainda mas trouxe um pequeno alívio para o mercado já que analistas declaravam que se o preço não conseguisse reagir no curto prazo uma tendência de baixa poderia ser formar jogando a criptomoeda até mesmo perto de US$ 3 mil.

No início do dia,  o experiente trader, Peter Brandt twittou um gráfico logarítmico da ação de preços de longo prazo do Bitcoin e declarou, "O Bitcoin aparentemente manteve um apoio importante." A alta atual parece comprovar as palavras de Brandt.

Contudo analistas ainda se mantêm céticos quanto ao curto prazo, alegando que depois da alta é preciso ver se o Bitcoin consegue 'segurar' o valor da recente valorização.

"O Bitcoin está atualmente tentando recuperar o suporte crítico em US $ 6.512,01. O que ocorreu foi um pequeno positivo que indica que a venda está prestes a terminar. No entanto, a menos que o preço mostre sinais de sustentação não é possível dizer que a tendência de baixa já acabou", declarou Rakesh Upadhyay.

O Cointelegraph entrou em contato com importantes operadores de fazendas de mineração na China e um deles declarou que o preço não cairá abaixo de US$ 6.500 até o halving.

"Os mineradores vão trabalhar para segurar o preço acima de US$ 6.500 até o halving ou até todas as fazendas atualizarem seus equipamentos e poderem desligar completamente as S9", disse.

De fato, as duas vezes em que o Bitcoin chegou a ser cotado em US$ 6.500 o preço rapidamente se recuperou deste patamar, contudo não é possível determinar se há ação em massa dos mineradores para elevar o preço da criptomoeda.

No momento da escrita a criptomoeda está sendo cotada a US$ 7.172 com valorização de 8% enquanto no Brasil, segundo dados do Cointrademonitor o preço está bem perto dos R$ 30 mil novamente.