Recuperação do Bitcoin leva moeda de volta aos US$ 10.000

Quarta-feira, 31 de julho — Depois de cair abaixo da faixa de US$ 10 mil em 27 de julho e ser negociado perto dos US$ 9.000 desde então, o Bitcoin (BTC) novamente voltou aos 5 dígitos às 3:15 PM UTC.

Infographic courtesy of CoinMarketCap

Infográfico do CoinMarketCap

Depois de começar o dia ao redor dos US$ 9.500, o BTC mostrou crescimento sustentado no dia, com alta de 3.88%, o que também puxou a alta de outras criptomoedas.

Charts Courtesy of CoinMarketCap

Gráficos do BTC cortesia do CoinMarketCap

Com valor de mercado de US$ 178,5 bilhões, a maior criptomoeda caiu desde que o mercado de alta atingiu seu pico para o BTC no final de junho, chegando a pouco mais de US$ 13.900, preço não registrado desde janeiro de 2018.

Chart courtesy of Coin360

Gráfico cortesia do Coin360

Ontem houve mais audiências sobre a ampliação da regulação cripto diante do Comitê Bancário do Senado dos EUA, durante o qual Mike Crapo, Presidente do Comitê, declarou que:

"Se os Estados Unidos decidirem que não querem criptomoedas nos Estados Unidos e tentarem bani-las, estou muito confiante de que não seria possível, porque essa é uma inovação global"

Nesta semana também foi noticiada a previsão de que o BTC chegaria a US$ 55.000, em declarações do ex-crítico da moeda Joe Kernan, da CNBC.