Preço do Bitcoin volta aos US$ 10 mil e dados atualizados sustentam uma gigantesca alta para mais de US$ 300 mil

O preço do Bitcoin (BTC) ganhou mais de US$ 300 em apenas dez minutos em 27 de julho, enquanto os mercados se mobilizaram para levar a maior criptomoeda de volta a US$ 10.000.

Market visualization

Visualização de mercado. Fonte: Coin360

Rede Bitcoin dá indícios para seu preo no futuro

Os dados da Coin360 mostram a tendência do par BTC/USD em direção à barreira psicologicamente importante após atingir os US$ 10.179 no início do sábado.

O aumento repentino encerrou um período de prejuízos para os detentores de Bitcoin, que assistiram como o par desceu para baixos em torno de US$ 9.580 nesta semana.

Bitcoin 7-day price chart

Gráfico de preços de 7 dias do Bitcoin. Cortesia da Coin360

O preço do Bitcoin continua em queda de 4,7% em relação ao início do último fim de semana, algo que pelo menos um grande analista acha que pode sofrer uma reviravolta.

Escrevendo no Twitter, Tom Lee, analista sênior de mercado da Fundstrat Global Advisors, destacou o presumido corte da taxa de juros na semana que vem nos Estados Unidos como um fator motivador para o envio do BTC.

Os fins de semana anteriores provocaram quedas, observou ele, mas esse movimento do Federal Reserve deve produzir o efeito oposto.

"Então espere que o Bitcoin rompa o padrão e cresça de verdade neste fim de semana", resumiu ele.

Outros eram mais conservadores. O regular comentarista do mercado Josh Rager, disse que tem um sentimento neutro enquanto o Bitcoin negocia entre US$ 9.690 e US$ 10.586, com sinais de alta ou baixa acontecendo apenas fora desse corredor.

"Se você quisesse ver um cenário potencial para uma baixa-alta e baixa-baixa, provavelmente chegaria perto da resistência semanal", escreveu ele em uma atualização na sexta-feira.

Enquanto isso, a conta do Twitter conhecida como PlanB destacou os dados que demonstram que o preço do Bitcoin está cada vez mais correlacionado com os pontos baixos na dificuldade de mineração.

Como relatado pelo Cointelegraph, a dificuldade - a quantidade de esforço necessária para os mineradores validarem os blocos de transações - atingiu novos máximos este mês, mas a expansão de preços do Bitcoin em 2019 começou em um momento em que a dificuldade chegou ao fundo.

De acordo com PlanB, que analisou outros movimentos de alta, se esta tendência continuar, ela levaria o BTC/USD a uma alta lógica de US$ 370.000.

Esse número está de acordo com outra previsão do fundo de cobertura Pantera Capital, cujo CEO disse à mídia na semana passada que o Bitcoin poderia chegar a US$ 356 mil em 2022.

Altcoins não inspiram ninguém

Os mercados, no entanto, permaneceram muito menos elogiosos quando se trata de altcoins, que ainda estavam para dar passos decisivos no início do fim de semana.

Apesar dos ganhos do Bitcoin, os tokens pareciam apenas desvalorizar o valor, com algumas pequenas exceções, embora não capitalizassem o interesse renovado dos investidores.

No momento desta publicação, a maior altcoin Ether (ETH) avançava modestamente em cerca de 1,9% para atingir US$ 221.

Ether 7-day price chart

Gráfico de preços de 7 dias do Ether. Cortesia da Coin360

Ganhos de 1 a 2% caracterizaram as vinte maiores criptomoedas por valor de mercado no sábado. A capitalização total do mercado de criptomoedas ficou em US$ 278 bilhões, cerca de US$ 7 bilhões a mais que no dia anterior.

A participação do Bitcoin nesse total também aumentou ligeiramente - 0,3% - para um total de 64,7%.

acompanhe o mercado das principais criptos em tempo real aqui