Bitcoin preenche 'lacuna' de futuros em US$ 7.500 e trader considera potencial de se chegar aos US$ 8.000

O Bitcoin (BTC) flutuou em torno dos US$ 7.500 em 9 de dezembro, após um fim de semana de movimentações limitadas, reduzindo as preocupações de volatilidade para os traders.

Cryptocurrency market daily overview. Source: Coin360

Visão geral diária do mercado de criptomoedas. Fonte: Coin360

Bitcoin entrega o clássico "salto" de futuros

Dados da Coin360 e do Cointelegraph Markets mostraram a negociação da maior criptomoeda em um corredor de US$ 250 desde sexta-feira, cravando máximos locais de US$ 7.604, antes de cair brevemente para US$ 7.395 no domingo.

Desde então, o limite de US$ 7.500 atuou como uma peça central no preço do Bitcoin, que preencheu confortavelmente a mais recente "lacuna" nos mercados de futuros mais uma vez, no início desta semana.

Uma característica cada vez mais comum, o preenchimento da lacuna dos futuros refere-se ao par BTC/USD direcionado a uma zona entre quando os futuros terminam de ser negociados em uma sessão e são retomados na próxima. Na sexta-feira, os futuros do CME fecharam em US$ 7.460, abrindo na segunda-feira em US$ 7.570.

Bitcoin seven-day price chart. Source: Coin360 

Gráfico de preços de sete dias do Bitcoin. Fonte: Coin360

Para filbfilb, colaborador regular do Cointelegraph, o comportamento previsível era uma fonte de positividade, apesar de o Bitcoin permanecer ainda arisco em seu corredor atual.

"Parece que conseguimos um pequeno salto no CME, o que foi bom", disse ele a assinantes de seu canal no Telegram na segunda-feira.

Para outro colaborador - Michaël van de Poppe - as condições eram igualmente instáveis. Ao subir um novo gráfico no Twitter, ele disse que o potencial de crescimento dependia de o par BTC/USD manter o terreno em US$ 7.400.

"Movimentos entediantes e limitados aqui", resumiu ele nos comentários que acompanham o gráfico. Van de Poppe continuou:

“No entanto, se o $BTC ultrapassar a zona vermelha em torno de US$ 7.550, não ficarei surpreso com um movimento em direção a US$ 7.800 e, principalmente, para a zona de US$ 8.000 a US$ 8.200. Crucial: manter a área de US$ 7.400 como suporte".

Diminuindo o zoom no curto prazo, outros analistas foram mais pessimistas. Em sua análise semanal para o Cointelegraph, o conhecido especialista Keith Wareing alertou que, nos próximos meses, o potencial do Bitcoin cair para US$ 2.500 segue vivo.

Altcoins permanecem estáveis ​​à medida que a volatilidade diminui

O início da semana produziu nos mercados de altcoin um comportamento semelhante ao do Bitcoin. As vinte principais criptomoedas por valor de mercado evitaram ganhos ou perdas significativos, movendo-se principalmente abaixo de 1%.

O Ether (ETH), a maior altcoin, foi negociado em queda de 0,7% a um pouco mais de US$ 150, nível que ainda não conseguiu se solidificar como suporte no passado.

Ether seven-day price chart. Source: Coin360 

Gráfico de preços de sete dias do Ether. Fonte: Coin360

A exceção à tendência foi o Algorand (ALGO), que ganhou 6% devido a um novo acordo de implementação com a Itália.

O valor total do mercado de criptomoedas era de US$ 203,4 bilhões no momento desta publicação, com a participação do Bitcoin em 66,8% desse total.

acompanhe os preços dos principais mercados de cripto tempo real aqui