Autoridade italiana de direitos autorais e a Algorand desenvolvem ecossistema de Blockchain para gerenciamento de direitos autorais

A Sociedade Italiana de Autores e Editores (SIAE) fez uma parceria com a Algorand para desenvolver um novo ecossistema para gerenciamento de direitos autorais, com base na plataforma blockchain recentemente lançada pela Algorand.

O SIAE já havia começado a desenvolver o projeto - com a ajuda da Universidade "La Sapienza" de Roma e da empresa de consultoria Blockchain Core. Agora, o SIAE decidiu se concentrar na plataforma Algorand por seu caráter público e por seu alto desempenho.

O Algorand usa um protocolo puro de Prova de Participação (PoS) que garante descentralização, escalabilidade e segurança, tornando-o particularmente adequado para lidar com o enxame de metadados e transações necessárias no gerenciamento de direitos autorais. Algorand e SIAE estão confiantes de que, no futuro próximo, a tecnologia blockchain se tornará a pedra angular da indústria.

Essa colaboração permitirá evoluir e fortalecer ferramentas e serviços de gerenciamento de direitos autorais, criando, finalmente, produtos novos, mais abertos e acessíveis, melhorando ainda mais a eficiência das atividades de intermediação.

Gaetano Blandini, Gerente Geral do SIAE, explicou os objetivos da iniciativa:

“Explorar as oportunidades oferecidas pela tecnologia, imaginar um futuro de soluções que garantam maior eficiência e transparência aos nossos membros. [...] Nossa colaboração com a Algorand faz parte de um processo de sinergia e cooperação com os principais players nas áreas de pesquisa. e inovação, tanto em escala nacional quanto global. Juntos, continuamos a escrever uma história que começou há 137 anos e que hoje abraça o futuro. ”

O professor Silvio Micali, vencedor do Prêmio Turing e fundador da Algorand, também disse sobre a colaboração:

“A colaboração entre fornecedores de tecnologia e empresas projetadas no futuro, como o SIAE, abre caminho para grandes oportunidades de progresso em direção a modelos econômicos que promovem inclusão, transparência e transações sem atrito. Sinto-me honrado pelo fato de o SIAE ter selecionado o blockchain desenvolvido pela Algorand, tornando-o a espinha dorsal de sua nova iniciativa. Ficarei emocionado ao testemunhar a criação dessas soluções, suportada pelo desempenho e recursos que implementamos no Algorand 2.0. ”