Quantidade de Bitcoin sem movimentação em cinco anos é a maior da história

Quantidade de Bitcoin (BTC) sem movimentação por pelo o menos cinco anos atingiu agora sua máxima histórica, conforme revelou o site de dados de criptomoedas Coinmetrics em 23 de julho.

A poupança atingiu sua máxima?

De acordo com o relatório, a quantidade de BTC mantida inalterada em um único endereço por pelo menos cinco anos atingiu recentemente o seu maior valor histórico. Mais precisamente, em 19 de julho, o número de moedas que atendem a esse requisito atingiu 3.847.859 BTC.

O Coinmetrics diz que isso sugere que o Bitcoin está se tornando cada vez mais uma reserva de valor, em vez de um meio de troca. A Coinmetrics calculou ainda que este número de moedas "poupadas" representa 21,6% da oferta total, também em cinco anos.

Number of BTC unmoved for at least five years

Número de BTC sem movimentação por pelo o menos cinco anos. Fonte: Coinmetrics

Suprimento intocado espelha os movimentos de preço

Outros dados fornecidos pela Coinmetrics também sugerem que o suprimento intocado, sem movimentação, tende a espelhar os movimentos de preço. O relatório destaca que “o suprimento intocado tende a acompanhar os pontos mais baixos de preços, e vice-versa”.

Gráfico logarítmico de oferta e preço de Bitcoin sem movimentação | Fonte: Coinmetrics

Altcoins registram maiores perdas e menos ganhos que o BTC

De acordo com o relatório, enquanto o Bitcoin registrou dois picos (um em US$ 13.800, outro em US$ 13.000) antes de duas correções precisas, as altcoins viram menos movimentos ascendentes e muito mais perdas.

Enquanto o Bitcoin perdeu cerca de 2% de seu valor, o Ethereum (ETH) viu perdas de 28%, o Litecoin (LTC) 32%, o Ripple (XRP) 31%, o Bitcoin Cash (BCH) 38%, e o EOS 44%.

O movimento do capital cripto de altcoins para Bitcoin, de acordo com a Coinmetrics, é parcialmente motivado pela crescente crise regulatória das criptomoedas nos Estados Unidos.

A análise cita como exemplos a investigação da Comissão de Câmbio, Futuros e Commodities sobre a exchange cripto BitMex, e a ação da Comissão de Câmbio e Valores Mobiliários (Securities and Exchange Commission - SEC) contra a Kin Foundation com relação ao token Kin.

A Coinmetrics escreve que isso tem motivado os investidores de criptomoeda a transferir seus fundos para Bitcoin, devido a sua melhor clareza regulatória. Além disso, as tensões geopolíticas e fatores macroeconômicos, aliados à crescente aceitação do Bitcoin como uma reserva de valor, oferecem ainda mais suporte a longo prazo para os preços do Bitcoin.

A análise cita como fatores geopolíticos: a guerra comercial EUA-China, ameaças de interrupção do fornecimento de petróleo do Oriente Médio, o risco de fragmentação da zona do Euro (incluindo a possibilidade de a Itália sair da UE) e as tensões em Hong Kong.

Por outro lado, os fatores macroeconômicos abordados são: taxas de juros reais mais baixas para as principais moedas e o início de um aguardado ciclo de menor controle monetário pelo Federal Reserve, o Banco Central Europeu, o Banco do Japão e o Banco Popular da China.

Como o Cointelegraph publicou ontem, moedas digitais estão gerando interesse crescente entre investidores e traders, segundo o CEO da corretora americana TD Ameritrade.