Jul 18, 2019

Analista assegura que mineradores de Bitcoin 'defenderão' o preço acima de US$ 6.500 antes do halving

3985 Total views
12 Total shares
Notícias

Os mineradores de Bitcoin (BTC) querem coordenar o mercado a fim de maximizar a receita, à medida que se apróxima o halving (redução pela metade da recompensa por bloco) em 2020.

Os mineradores estão controlando o mercado?

Essa foi a conclusão de uma nova análise de preço do Bitcoin feita pelo popular trader Filb Filb à medida que o par BTC/USD se aproximava de US$ 9.000 em 17 de julho.

A maior criptomoeda registrou considerável pressão para baixo nesta semana após um período volátil, enquanto os analistas continuam em desacordo sobre quais fatores estão impulsionando o mercado.

Filb Filb, entretanto, não imagina que o Bitcoin sofrerá com novas baixas neste ano, já que os mineradores desejam otimizar sua rentabilidade o máximo possível. Eles, ele disse, estão firmemente no controle.

“Como Satoshi disse, ele mesmo apontou corretamente que os custos das commodities provavelmente gravitarão para o custo de produção. Por quê? Porque os mineradores venderão a demanda onde a receita por unidade > custo por unidade. Da mesma forma, coletivamente, eles são desincentivados a vender quando a receita < custo", resumiu ele na análise.

O caminho das pedras da mineração

De acordo com Filb Filb, a ação de médio prazo é provavelmente proveniente de mineradores de Bitcoin que estão vendendo suas moedas mineradas, o que pode ser visto nas ordens de venda de 12,5 BTC (ou seja, a atual recompensa de mineração por bloco, que em maio de 2020 diminuirá para 6,25 BTC).

Eles estão, então, protegendo a produção futura, enquanto o custo marginal de produção existente ainda é baixo, explica ele.

"Eu falava o tempo todo no mercado de urso sobre estas 12,5 ordens de BTC", diz ele, "Elas desapareceram no mercado de touro deste ano e por isso ele voltou para os 13K."

Filb Filb teoriza que os mineradores podem ter contratado suas vendas pré-halving para criar uma nova bolha para metade, que apresentaria uma escassez de oferta e a oportunidade de maximizar sua receita por unidade. Então eles defenderão o novo custo de produção ou o dobro do anterior no nível de preço do Bitcoin a US$ 6.500. Ele observa:

"6,5K é o 'daqui você não passa' para o mineradores."

Como o Cointelegraph relatou, a mineração de Bitcoin transformou-se em 2019, com baixos níveis de rentabilidade dando lugar a resultados melhores do que o esperado em toda a indústria e planos difundidos para abrir novas instalações.

Os baixos e a falta de rentabilidade na mineração, acrescentou Filb Filb, acabaram com os players fracos, enquanto nas últimas semanas a dificuldade de mineração atingiu níveis recorde, ressaltando a competição renovada do mercado e aumentando o poder computacional da rede Bitcoin.

 

 

Siga-nos no Facebook

Escolha do editor
Press Releases