Mineradora de Bitcoin Riot Blockchain anuncia compra de mais 1.000 equipamentos

A empresa de mineração de criptomoedas Riot Blockchain anunciou a compra de mais 1.000 novos Bitmain S17-Pro Antminers de próxima geração em 12 de dezembro. Isso conclui a atualização de suas instalações de mineração em Oklahoma City, após uma compra inicial de 3.000 unidades anunciada em 4 de dezembro.

A última geração de mineradores com Application-Specific Integrated Circuit (ASIC) da Bitmain, gigante do setor de mineração, representa uma melhoria aproximada de 50% na eficiência de energia do hardware, em comparação com os S9 Antminers atualmente em uso pela Riot.

A empresa prevê que as novas mineradoras gerarão 440% do hashrate dos S9s, consumindo apenas 220% da energia.

A Riot minerou mais de 1.820 Bitcoins (BTC) no terceiro trimestre de 2019, apresentando uma margem de lucro bruto de 14% (excluindo depreciação e amortização) e espera que esses números aumentem quando seus novos utensílios forem colocados para funcionar no primeiro trimestre de 2020.

Em breve a todo vapor

Assumindo a plena utilização do fornecimento de eletricidade disponível de 12 megawatts da instalação de Oklahoma City e a implantação do total de 4.000 novos mineradores, a Riot estima que o hashrate operacional agregado será de cerca de 248 petahash (248 quatrilhões de hases) por segundo.

A Riot supostamente pagou cerca de US$ 1,35 milhão por outros 1.000 S17-Pro Antminers, ou aproximadamente US$ 1.350 por plataforma. O preço de varejo listado na loja virtual da Bitmain é de US$ 1.401 por unidade, embora seja improvável que inclua imposto de vendas local.

Em abril deste ano, a Riot Blockchain anunciou sua intenção de lançar uma exchange de criptomoedas regulamentada nos Estados Unidos até o final do segundo trimestre de 2019. Até o momento, no entanto, isso ainda não havia se materializado.