Bitcoin pode 'facilmente' atingir US$ 50 mil em 2020 - diz CEO da Nexo à Bloomberg

O Bitcoin (BTC) pode "muito facilmente" atingir US$ 50.000 durante 2020, disse o CEO de um negócio da indústria de criptomoedas à grande mídia.

Em uma entrevista à Bloomberg em Berlim, em 3 de janeiro, Antoni Trenchev, chefe da plataforma de empréstimos de Bitcoin Nexo.io, disse que o crescimento dos preços do Bitcoin desde o seu início é diferente de tudo o que já se viu.

Trenchev: Bitcoin é um “ativo incrível”

"Foi um ativo incrível, sem correlação com o mercado em geral", disse ele.

Trenchev acrescentou que a jornada do Bitcoin para até US$ 20.000 foi uma lembrança da hiperinflação alemã após a Primeira Guerra Mundial:

“Ele fornece retornos assimétricos sistemáticos e a única coisa que vimos perto de algo assim foi o aumento do dólar dos EUA em relação ao (marco alemão) na década de 1920.”

Questionado sobre o quanto o BTC / USD poderia subir este ano, Trenchev previu US$ 50.000, em linha com o apresentador da CNBC, Joe Kernen, que em julho passado disse que o par atingirá US$ 55.000 no halving do Bitcoin em maio de 2020.

BTC bate $ 7,3K com incerteza no Irã

Os comentários de Trenchev vieram quando o Bitcoin começou a subir frente ao dólar. Apesar de uma série de alertas recentes de que a ação de queda nos preços continuaria, o BTC / USD obteve ganhos de 2,5% em 24 horas e no momento da publicação havia batido nos US$ 7.300.

Como o Cointelegraph relatou, a ação seguiu uma nova incerteza geopolítica depois que o presidente dos EUA, Donald Trump, ordenou um ataque, que matou um general iraniano na capital do Iraque, Bagdá.

Porém, a longo prazo, os analistas ainda prevêem que o Bitcoin caia no primeiro trimestre antes de reverter a direção. O halving, aguardadao por muitos investidores, deve catalisar a inversão de alta, dizem eles.