Carteira de criptomoedas oficial da Binance adiciona suporte para XRP e compras com cartão de crédito

A Trust Wallet, carteira oficial da principal exchange de criptomoedas Binance, adicionou suporte para compras com cartão de crédito e token XRP do Ripple. A empresa anunciou os novos recursos em um comunicado compartilhado com o Cointelegraph nesta terça-feira, 12 de março.

A Trust Wallet foi adquirida pela Binance em julho do ano passado na primeira aquisição pública da exchange.

De acordo com o comunicado, os usuários podem agora enviar, receber, armazenar e trocar XRP pela Trust Wallet. De acordo com o site oficial da carteira, a Trust Wallet também suporta Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH), Litecoin (LTC) e Bitcoin Cash (BCH), entre outras criptos e tokens ERC20, ERC223 e ERC721.

Após uma parceria com a empresa de processamento de pagamentos Simplex, a carteira passou a suportar compras com cartão de crédito e débito de XRP, BTC, BCH, LTC e ETH.

De acordo com o comunicado, com o lançamento recente do código aberto aberto da companhia, o software multiplataforma da biblioteca Trust Wallet Core também permite aos desenvolvedores criar mais aplicativos nativos descentralizados e carteiras. 

Além disso, Viktor Radchenko, fundador da Trust Wallet, apontou que a biblioteca permite que desenvolvedores independentes integrem novas blockchains com a carteira.

No fim de janeiro, a própria Binance - atualmente a maior exchange cripto do mundo por volume ajustado de transações diárias - adicionou suporte para compras com cartão de crédito e débito via Simplex.

Como informado em fevereiro pelo Cointelegraph, a Trust Wallet da Binance também será integrada à Binance DEX, juntamente com o Ledger Nano S. A Binance DEX é uma exchange descentralizada peer-to-peer da Binance Chain, rede de testes lançada no mês passado pela Binance. 

No final de novembro do ano passado, foi divulgada a notícia de que outra exchange descentralizada, a Bhex, havia concluído uma rodada de financiamento de US$ 15 milhões com o apoio de importantes exchanges, como Huobi e OKCoin.