Binance DEX lança mainnet nativa antes do previsto e convida comunidade a acessá-la

Binance, a maior exchange por volume ajustado, lançou sua plataforma de negociação descentralizada (decentralized trading platform - DEX) mais cedo que o planejado, de acordo com comunicado enviado ao Cointelegraph em 23 de abril.

A iniciativa chega uma semana depois que a exchange lançou sua blockchain nativa, a Binance Chain, que irá ser a base da nova plataforma descentralizada.

Enquanto as negociações da Binance DEX estão prontas para ir ao ar em uma data próxima não especificada, usuários já podem criar carteiras na plataforma — seja a oficial da Binance Trust Wallet ou carteiras de terceiros. Eles também podem acessar recursos como o Chain Explorer, neos de dados públicos e APIs, segundo o comunicado.

O CEO da Binance Changpeng Zhao, conhecido como “CZ,” convocou a comunidade de token a participar e desenvolver novos tokens na mainnet da Binance, dizendo que a exchange espera acompanhar os projetos e equipes de desenvolvimento de perto para construir o ecossistema. Ele declarou:

“Nós acreditamos que exchanges descentralizadas trazem nova esperança e possibilidades, oferecendo um sistema financeiro transparente e confiável, sem custódia central de fundos. Esperamos que isso leve nossa comunidade a um novo nível de liberdade.”

O token nativo da exchange, Binance Coin (BNB), agora migrou da antiga rede Ethereum compatível com os padrões técnocos da blockchain ERC-20 para os padrões da BEP-2 Binance Chain, e agora será usado como ativo nativo da blockchain para assistir transações na rede.

O lançamento da Binance DEX vem na sequência de um período de dois meses de testner, durante o qual a exchange teria conduzido 8,5 milhões de transações através de um ambiente de negociação simulado, competição de codificação e programa de recompensas para bugs.

Como já noticiado, as exchanges descentralizadas permitem aos usuários a negociação peer-to-peer, usando contratos inteligentes para automatizar a correspondência de negociações e liquidação de ativos para permitir que fundos de usuários permaneçam sob seu controle. Outras grandes exchanges miram também desenvolver suas próprias DEX incluindo a OKEx e a Bithumb.

Em janeiro de 2019, uma pesquisa com dados de mais de 400 exchanges internacionais indicou que as DEXes seriam responsáveis por apenas 19% do ecossistema global de exchanges, e o volume de negociação soma menos de 1% com relação a exchanges centralizadas.

Como maior exchange cripro por volume ajustado no CoinMarketCap, a Binance registrou cerca de US$ 1,1 bilhão em negociações nas últimas 24 horas até esta publicação. O Binance Coin é ranqueado como sétima maior criptomoeda por valor de mercado, negociado em US$ 23,96, com queda de 2,5% no dia.