Governo do Azerbaijão faz parceria com a IBM para controle alfandegário baseado em blockchain

A IBM está expandindo seu trabalho de parceria com o governo do Azerbaijão para levar a tecnologia blockchain aos procedimentos alfandegários, informou a agência Trend News Agency, que tem foco na Ásia Central, em 12 de junho.

Depois de um acordo com o banco central do país em outubro de 2018 - que deverá implementar a blockchain em várias áreas durante um período de cinco anos - a IBM agora usará a tecnologia para direcionar o transporte de carga.

A notícia veio do Comitê Estatal de Alfândegas do Azerbaijão, cujo presidente, Safar Mehdiyev, falou sobre os planos em uma conferência de imprensa durante a Conferência e Exposição IT/TI da Organização Mundial de Aduanas.

“Será possível conseguir as informações necessárias do banco de dados on-line, sem interferência externa”, explicou ele. Mehdiyev acrescentou:

“Ela será útil tanto para os empresários quanto para as autoridades aduaneiras, pois melhorará a qualidade dos serviços alfandegários prestados.”

O potencial da blockchain em procedimentos alfandegários tem sido uma fonte de interesse para governos em todo o mundo, incluindo os Estados Unidos, que em agosto passado lançou um projeto piloto com sua própria tecnologia.

Baku, por sua vez, quer continuar a usar a nova ferramenta além de suas fronteiras, com Mehdiyev acrescentando que havia planos envolvendo as vizinhas Moldávia e Ucrânia, juntamente com a também vizinha Geórgia.

"Nessa direção, estamos implementando um projeto em conjunto com a Ucrânia, com o apoio de Geórgia e Moldávia", afirmou ele, segundo a Trend.

Outro órgão do governo do Azerbaijão, desta feita o Ministério da Justiça, também manifestou interesse na blockchain por seus próprios processos, informou o Cointelegraph no final do ano passado.