CEO da Atlas Quantum anuncia contratação da Chainanalysis contra fraudes, mas não explica vídeo supostamente falso

A Atlas Quantum, plataforma que afirma realizar arbitragem de Bitcoin, ignorou as mensagens das exchanges Gate.io e HitBTC de que o vídeo produzido pela empresa mostrando saldos da Atlas nas exchanges é falso e declarou agora que contratou a Chainanalysis para validar a transação dos usuários, conforme comunicado publicado em 02 de setembro.

O comunicado da contratação foi feito por Rodrigo Marques, CEO da Atlas, que afirma estar adaptando a plataforma para procedimentos de conheça seu cliente (KYC), conheça sua transação (KYT) e políticas contra lavagem de dinheiro (AML)

"O ano de 2019 foi marcado por movimentação mundial para intensificação de políticas contra lavagem de dinheiro, e as exchanges internacionais de criptomoedas adotaram as melhores práticas seguindo recomendações de órgãos como GAFI e ASIFMA. Os procedimentos de “conheça o seu cliente” (KYC) e “conheça sua transação” (KYT) são uma das medidas que assegura a idoneidade dos bitcoins depositados em uma plataforma.

Estamos em fase de adaptação da nossa plataforma Quantum para aplicarmos os procedimentos de KYC, KYT e AML (política contra lavagem de dinheiro). Nossos esforços estão na  implementação de processos de compliance com o intuito de nos adequarmos ao processo de transparência exigido internacionalmente a fim de combater fraudes, lavagem de dinheiro e outros riscos.", diz.

Segundo ele novas regras de KYC serão implementadas na Atlas Quantum, "após o cadastro inicial, as funcionalidades da plataforma estarão disponíveis para visualização, todavia não estarão liberadas para uso inicialmente. Para realizar qualquer tipo de transação será necessário, antes de tudo, realizar o envio de seus dados, documentos pessoais e uma prova de vida"

A Atlas também adotará um procedimento de KYT e as transações de entrada na platafoma serão verificadas pela Chainanalysis.

"Quando o cliente receber um depósito de BTC em sua carteira, essa transação será primeiramente confirmada na blockchain. Após a confirmação o montante é recebido na Hot wallet e enviada para uma fila de validação que será executada submetendo o endereço utilizado pelo cliente na ferramenta Chainanalysis (...) Se tiver retorno positivo o depósito é efetuado, caso contrário será efetuado o estorno para o cliente (...) Em caso de transações suspeitas são gerados relatórios para órgãos responsáveis", declara.

Até o momento da publicação não foi possível identificar se a empresa de analise de transações foi mesmo contratada para executar esta demanda.

Como noticiou o Cointelegraph, entre 02 e 03 de outubro, as exchanges HitBTC e Gate.io, declararam oficialmente que o vídeo da plataforma de investimento em Bitcoin Atlas Quantum, onde a empresa alega ter saldo bloqueado nas referidas exchanges, é falso.

Em resposta à solicitação da reportagem, a Gate.io afirmou:

"Olá, fizemos uma serie de verificações e confirmamos que não temos uma conta com saldo semelhante bloqueado ou limitado no saque. O vídeo sobre o gate.io é falso. Eles mudaram o DOM [Document Object Model, ou estrutura da página web] para fazer um vídeo para enganar as pessoas. Posteriormente publicaremos um twitter sobre esse problema."