'Ataque de 51% pode ocorrer, mas é impossível mudar histórico de transações", diz Antonopoulos

Um dos maiores especialistas em Bitcoin do mundo, Andreas Antonopoulos falou sobre a possibilidade de um ataque de 51% na rede do ativo digital em sua série de perguntas e repostas em seu canal do Youtube.

O Bitcoin é mantido por um sistema de consenso chamado Proof of Work (PoW, ou "prova de trabalho"). Neste sistema, uma grande quantidade de poder computacional é consumido pela rede para manter o livro de registro do Bitcoin imutável.

Um dos principais ataques que pode ser realizado neste tipo de rede é conhecido como ataque de 51%. Isso ocorre quando uma pessoa ou grupo possui mais de 51% do poder computacional da rede.

Muitos acreditam que, se este tipo de ataque for realizado, o livro de registro inteiro do Bitcoin - com todas as suas transações - pode ser alterado, mas Antonopoulos explicou que isso é impossível.

Autor do famoso livro "Mastering Bitcoin", Antonopoulos afirmou que o algoritmo de prova de trabalho impede uma parte de dominar a manutenção de registros.

Segundo ele, embora um ataque de 51% possa acontecer, não é verdade que o atacante possa mudar todo o livro de registro do Bitcoin:

“O atacante pode, usando um ataque de 51%, alterar o próximo bloco e, de fato, ser o único a longo prazo que produz blocos porque, uma vez que você tem 51% do poder de hash, pode gerar blocos mais rapidamente do que o resto da rede, o que significa que você pode ter a cadeia dominante.”

O autor afirmou, por outro lado, que o controle de 51% do poder de hash da rede daria ao invasor o poder de escolher as transações que serão registradas na blockchain

Antonopoulos disse que, com a maior parte do poder de hash, o atacante poderia reorganizar a rede, efetivamente fazendo com que alguns dos blocos recentemente extraídos fossem reorganizados fora da cadeia e substituí-los por seus próprios.

Ele acrescentou que o cenário em que o invasor poderia "fazer uma transação desaparecer" só se aplicava à cadeia recente, no máximo seis blocos, acrescentando que esse era o motivo pelo qual a maioria das plataformas tinham seis confirmações antes de aprovar uma transação. 

Antonopoulos afirmou ainda que a quantidade de esforço necessário para reorganizar o sexto bloco seria "enorme", acrescentando que também envolveria gastar "uma quantidade enorme de energia".

O especialista em Bitcoin afirmou ainda que um ataque de 51% não pode "mudar as regras", explicando que os outros nós (nodes) simplesmente as rejeitariam:

"Isso significa que um ataque de 51% não pode alterar as regras a longo prazo, não pode alterar as regras no curto prazo, não pode produzir transações fraudulentas e não pode produzir blocos fraudulentos, incluindo blocos que não possuem a prova necessária do trabalho".

O Bitcoin está ficando cada vez mais robusto e seguro. Como publicou o Cointelegraph, o poder computacional consumido pela rede atingiu mais uma alta histórica na semana passada.