Altcoins que ficarão indisponíveis na Binance USA apresentam queda no preço e volume de negociação

A maior exchange de criptomoedas do mundo, Binance, anunciou recentemente que irá interromper parte dos seus serviços para moradores dos Estados Unidos e o volume de negociação das altcoins que não estarão na versão norte-americana da exchange despencou.

A exchange irá lançar uma plataforma específica para o público ds EUA no final deste ano. Porém, somente algumas criptomoedas irão fazer parte da nova versão local da exchange.

Com a Binance prestes a banir os norte-americanos de sua versão global a partir de meados de setembro, os investidores estão negociando criptomoedas que não serão aprovadas para a nova plataforma Binance USA a uma taxa muito mais baixa. 

Com um número reduzido de criptomoedas a serem adicionadas à "filial" dos EUA, o mercado de altcoins poderá ver alguma turbulência significativa no próximo mês, alertam analistas.

No começo do mês de agosto, a Binance revelou 30 novos ativos que está considerando adicionar à sua nova exchange nos EUA. A lista divulgada pela principal exchange de criptomoedas do mundo gerou uma controvérsia significativa, uma vez que algumas das principais altcoins, como o Monero (XMR), estavam ausentes.

A lista de criptomoedas da Binance USA até agora inclui criptomoedas como Nano (NANO), Vechain (VET), Waves (WAVES), Zilliqa (ZIL) e Basic Attention Token (BAT). 

Como mostrado pelo Cointelegraph, a ex-especialista em gestão de liquidez da Ripple, Catherine Coley, será a principal executiva da versão norte-americana da Binance.

Criptomoedas não previstas para a Binance USA, no entanto, estão vendo o seu volume de negócios secar, uma vez que não estarão disponíveis para os cidadãos norte-americanos no futuro próximo. 

Dado que a maioria dos traders confiam na Binance para quantificar o volume de negociação e que os americanos compõem 30-40% de todo o tráfego, isso provavelmente causará fortes golpes na maior parte do mercado de altcoins.

O fato foi observado pelo trader de criptomoedas que se identifica como "Moon Overlord"nas redes sociais:

"Eu pensaria duas vezes antes de tocar em algo que não está sendo considerado para a Binance US. Volumes secando a cada dia..."

Basta uma breve olhada no estado atual de negociação de altcoins/BTC na Binance para se ter uma pista do que está por vir.

Confira abaixo os volumes de negociação diários de algumas altcoins que serão excluídas do mercado americano:

  • BitShares (BTS): 12 BTC em volume de negociação
  • Siacoin (SIA): uma das criptomoedas mais antigas, tem apenas 10 BTC em volume de negociação
  • WINK (WIN), o mais recente dApp da Tron e um Binance IEO, tem apenas 4,87 BTC em volume de negociação.
  • Golem (GNT), outra criptomoeda mais antiga, tem apenas 12 BTC em volume de negociação.

A lista é grande e, em suma, muitas altcoins não listadas na Binance USA estão perdendo volume de negociação na Binance global.

Com a maioria sendo retirada do mercado norte-americano, os traders de altcoins sugerem que novos investidores se limitem a negociar somente as altcoins que venham a ser incluidas na plataforma americana da exchange.

Conforme reportado pelo Cointelegraph, o CEO da empresa, Changpeng Zhao,  acredita que a versão americana da exchange irá ser lançada daqui a dois meses.