Altcoin Bitcoin Private confirma 2 milhões de moedas adicionais pré-mineradas secretamente

A equipe de desenvolvimento por trás da altcoin Bitcoin Private (BTCP) confirmou a criação de 2,04 milhões de unidades do BTCP “que nunca foram planejadas para existir no blockchain”, de acordo com um comunicado oficial publicado em 24 de dezembro.

Em 23 de dezembro, o site de análise de ativos digitais Coin Metrics publicou uma reportagem revelando que durante a importação de dados da cadeia do Bitcoin (BTC), um adicional de 2,04 milhões de unidades de altcoin BTCP - cerca de US $ 3,9 milhões no momento desta úblicação - foram cunhadas secretamente. De acordo com o livro branco do projeto, a oferta total de BTCP é igual a cerca de 20,4 milhões de moedas, enquanto o BTCP secretamente pré-minerado levou “o fornecimento inicial para 22,6 milhões”.

A principal equipe do BTCP diz na declaração que ao receber os relatórios, eles “imediatamente iniciaram uma investigação para verificar se as supostas descobertas de uma quantidade adicional de moedas de BTCP eram verdadeiras.” Depois de realizar uma auditoria interna, a equipe diz oficialmente que as descobertas da Coin Metrics foram "matematicamente precisas". A equipe acrescentou:

"No entanto, neste momento, a fonte, propósito e destinatário desta exploração é desconhecida para a equipe de contribuidores do Bitcoin Private."

A declaração cita ainda a linha do tempo dos eventos sobre o assunto, revelando que, finalmente, houve uma recompensa por uma questão específica, que foi posteriormente aceita por um desenvolvedor, que se tornou um desenvolvedor BTCP e foi promovido a colaborador no GitHub, permitindo a ele mesclar pedidos de pull.

Esse desenvolvedor supostamente concluiu o problema, mesclou seu próprio código e recebeu a recompensa. A equipe do BTCP descobriu ainda que uma linha faltando no código “permite que a mineração do fork seja explorada devido a nós não terem verificado adequadamente os blocos de forks falsificados”. Uma vez que a recompensa foi coletada, o desenvolvedor deixou o projeto BTCP.

Depois disso, o autor de ameaça supostamente explorou o bug, criando mais de 2 milhões de moedas durante a mineração do fork anunciada publicamente. A declaração diz:

"Como o código era aberto e a mineração do fork foi anunciada no Twitter, qualquer pessoa com suficiente conhecimento em desenvolvimento de blockchain poderia tê-lo explorado."

A equipe do BTCP observa ainda que não está claro se essas moedas foram transferidas para uma exchange, usadas ou armazenadas em outro lugar. No entanto, a declaração da equipe conclui:

“Essa façanha em particular só pode ser aproveitada durante a mineração de forks, que já ocorreu no começo deste ano. Portanto, é impossível que esta exploração de bug em particular ocorra novamente, nem pode ser mais explorada”.

A equipe do BTCP também declarou no anúncio que eles não tinham "conhecimento prévio" do incidente antes que o relatório da Coin Metrics fosse divulgado ao público.

No final da declaração, a equipe do BTCP escreve que eles entraram em contato com a grande exchange cripto HitBTC sobre a situação. A HitBTC não respondeu ao pedido de comentários da Cointelegraph até o momento.

No momento da publicação deste texto, o BTCP estava sendo negociado em torno de US $ 1,97, queda de quase 7% nas últimas 24 horas, segundo a CoinMarketCap.

Em setembro, o Bitcoin Core divulgou uma atualização após a recente detecção de uma vulnerabilidade no software. A vulnerabilidade poderia ter causado uma falha nas versões mais antigas do Bitcoin Core se elas tentassem processar uma transação em bloco que tentasse gastar a mesma quantia duas vezes.