Plataforma de entretenimento adulto SpankChain lança processador de pagamentos em cripto

A SpankChain, plataforma de entretenimento para adultos baseada em Ethereum, lançou um processador de pagamentos com criptomoedas juntamente com dois novos parceiros.

Um anúncio publicado em 31 de julho revela que o novo serviço - chamado SpankPay - está sendo lançado com seus dois primeiros parceiros de integração: a plataforma JustFor.Fans e SkypPrivate, um serviço focado no anonimato que conecta modelos e seus clientes por Skype e Discord.

O espaço de entretenimento adulto adere à blockchain

O SpankPay permitirá que os usuários usem uma série de criptomoedas - incluindo BTC, ETH, LTC, Zcash, Monero e outras - para transações instantâneas e compras com um clique para produtos e entretenimento para adultos e oferece aos comerciantes uma taxa de processamento de 0,5% para usar o serviço .

A SpankChain - que foca na construção de infraestrutura econômica e tecnológica baseada em blockchain para o espaço de entretenimento adulto - já lançou um site chamado SPANK.live, que em breve integrará o processamento de pagamentos por cripto via SpankPay.

Representantes dos dois parceiros ressaltaram que a infraestrutura alimentada por blockchain pode fornecer um valor crítico para o espaço de entretenimento adulto, com o criador da JustFor.Fans, Dominic Ford, observando que:

“Usando a SpankChain, não precisamos nos preocupar em sermos tirados do ar por sermos uma empresa adulta. Preferimos apoiar nossos provedores de soluções para adultos do que usar soluções externas que não sejam compatíveis com os adultos.”

Alex Bluck, CEO da SkyPrivate - que também opera o serviço para WhatsApp de "sexting" OurLittleSecret e uma plataforma de e-commerce de serviços para modelos adultos - disse que a parceria com a SpankChain ajudará a garantir que indivíduos de todas as indústrias tenham direitos iguais e pagamento por seus serviços.

Saque roubado

Conforme relatado anteriormente pelo Cointelegraph, a SpankChain perdeu fundos denominados em ETH e seu token nativo BOOTY em outubro de 2018 - US$ 9.000 dos quais consistiam de participações de clientes. A empresa, porém, persuadiu o hacker a devolver os fundos roubados e prometeu reembolsar os investidores afetados.

No início deste ano, a BitPay , grande provedora de serviços de pagamento por cripto, revelou que registrou US$ 1 bilhão em transações em 2018 e viu seus negócios B2B crescerem quase 255% desde 2017.

O Cointelegraph acaba de lançar um documentário - “Sex and Crypto” - dedicado ao crescente uso da criptomoeda como método de pagamento no setor do entretenimento adulto.