Banco central do Zimbábue considera Bitcoin ‘ilegal’

O banco central do Zimbábue, o Reserve Bank of Zimbabwe, anunciou que o uso da criptomoeda Bitcoin não é permitido no país. O banco já emitiu um aviso no passado afirmando que os investidores nas moedas digitais poderiam perder seu dinheiro sem recurso.

De acordo com o diretor e secretário do Reserve Bank of Zimbabwe, Norman Mataruka, o uso de "Bitcoin ... na verdade não é legal" dentro da jurisdição do país. Não está claro, porém, se o Bitcoin não é oficialmente reconhecida como uma moeda autorizada ou é totalmente proibido como moeda legal no país.

"Na África Austral, o que fizemos como reguladores, dissemos que não permitiremos [Bitcoin] em nossos mercados".

Banco central avaliando riscos e potenciais de Bitcoin e outras criptomoedas

Apesar de seu comentário negativo sobre o Bitcoin, Mataruka, no entanto, disse que o Reserve Bank of Zimbabwe lançou uma iniciativa de pesquisa e desenvolvimento (P&D) para determinar os riscos associados ao uso de moedas virtuais como Bitcoin e Ethereum. Ele acrescentou que o uso do Bitcoin no país não será autorizado até que o banco central já tenha criado e implementado um quadro regulatório que cubra as moedas digitais.

Este comentário mostra que o banco central está mantendo uma mente aberta sobre a possível legalização de criptomoeda no país.

Outras posições dos países do sul da África sobre criptomoedas

O Reserve Bank of Zimbabwe não é o único regulador que se opõe à adoção de moedas digitais como Bitcoin.

Em outubro de 2017, o banco central da Namíbia anunciou que proibirá o uso de Bitcoin como opção de pagamento de bens e serviços. O banco central acrescentou que também não permitirá o estabelecimento de casas de câmbio virtuais dentro de sua jurisdição.

Em sua declaração, funcionários do banco central namibiano alegaram que as criptomoedas não são reconhecidas como moeda legal e como moeda estrangeira.

"Além do banco não reconhecer moedas virtuais como moeda legal na Namíbia, também não reconhece que é uma moeda estrangeira que pode ser trocada por moeda local".

A recente agitação política no país fez o preço do Bitcoin disparar para US $ 12,500 no país que luta com sua taxa de desemprego de 95%.


Siga-nos no Facebook