Por que os investidores estão indo com tudo no Bitcoin: CEO de grande casa de câmbio cripto japonesa

Yuzo Kano, o CEO da Bitflyer, a maior casa de câmbio de criptomoeda do Japão com mais de 800.000 usuários ativos, explicou como os conservadores investidores japoneses começaram a "ir com tudo" no Bitcoin e nas criptomoedas.

A grande maioria dos investidores no Japão, Coreia do Sul e China são extremamente conservadores com seus investimentos e são céticos em relação à alocação de capital para novas classes de ativos. Mas, nos últimos três anos, o Bitcoin e as criptomoedas tornaram-se ativos tradicionais no mercado japonês e, consequentemente, o Japão evoluiu para o maior mercado cambial de Bitcoin antes dos EUA.

Atualmente, o mercado japonês de casas de câmbio Bitcoin é responsável por 61,23 por cento dos negócios globais de Bitcoin, mais de duas vezes do volume de negociação do mercado norte-americano.

Investidores prontos

Em uma entrevista ao The New York Times, Kano explicou que, após a legalização do Bitcoin como moeda digital e a autorização de casas de câmbio de criptomoedas pela Agência de Serviços Financeiros (ASF), os investidores japoneses conservadores começaram a "ir com tudo" no Bitcoin e investimentos em criptomoeda.

Kano afirmou:

"Os japoneses tendem a ser muito conservadores com seus investimentos, mas uma vez que são fisgados, eles entram com tudo".

Uma tendência semelhante surgiu na Coreia do Sul, já que o Bitcoin e as criptomoedas se tornaram a norma. Tony Lyu, fundador e diretor executivo da Korbit, a casa de câmbio de criptomoeda sul-coreana que foi adquirida pela empresa de jogos de US $ 10 bilhões Nexon, em uma avaliação de US $ 140 milhões, explicou:

"A palavra se espalha muito rápido na Coreia. Uma vez que as pessoas são investidas, eles querem que todos se juntem à festa. Tem havido um grande movimento quase comunitário sobre isso".

Em consideração a taxa de crescimento rápido dos mercados Bitcoin japonês e sul-coreano, investidores e analistas proeminentes, incluindo Tuur Demeester, observaram que a tendência a médio prazo do preço do Bitcoin provavelmente dependeria do desempenho de dois mercados.

Já os comerciantes de alto perfil, institucionais e varejistas começaram a se envolver com o Bitcoin e comércio de criptomoeda. Empresas como BitFlyer e Korbit, apoiadas por empresas de investimento de bilhões de dólares e conglomerados de tecnologia, continuarão a desenvolver infraestruturas necessárias para investidores de grande porte e fornecerão liquidez suficiente para os comerciantes de varejo.

Serviços aos comerciantes

Particularmente, a demanda por Bitcoin e criptomoedas na Coreia do Sul está aumentando exponencialmente devido ao surgimento de casas de câmbio off-line e serviço ao cliente em pessoa para investidores e comerciantes que exploram o mercado de criptomoeda. Na casa de câmbio off-line CoinoneBlocks na Coreia do Sul, os comerciantes iniciantes e casuais podem comprar o Bitcoin através de métodos off-line, como caixas eletrônicos e unidades USB.

O New York Times também revelou o serviço ao cliente em pessoa da Korbit, que fornece serviços a comerciantes e investidores que não estão familiarizados com criptomoedas. Os investidores podem receber assistência na criação de carteiras e contas em plataformas de negociação.


Siga-nos no Facebook