Bitcoin pode chegar a US$ 15 mil essa semana enquanto empresários perdem US$ 117 bilhões com incertezas entre China e EUA

Enquanto as incertezas em torno da Guerra comercial entre EUA e China foi apontada como principal fator para a alta recente no preço do Bitcoin, que saiu da faixa de US$ 9 mil para a negociação acima de US$ 12 mil. A briga entre as maiores economias do mundo trouxe prejuízo bilionário para os investidores internacionais focados no mercado tradicional.

Como aponta reportagem do Infomoney, as 500 pessoas mais ricas do mundo perderam, somadas, 2,1% de seu patrimônio líquido na última segunda-feira, 05 de agosto, quando o Bitcoin apresentou forte valorização.

O fundador da Amazon, Jeff Bezos, foi o que mais perdeu, tendo uma redução de US $ 3,4 bilhões no seu patrimônio. No oriente, as últimas semanas também não foram as melhores e o patrimônio líquido dos dez magnatas mais ricos em Hong Kong caiu US $ 19 bilhões.

 


Tabela com valores perdidos pelos bilionários mundiais com crise entre EUA e China, fonte: Infomoney

Como reportou o Cointelegraph, a guerra comercial entre a China e os Estados Unidos se intensificou à medida que a China permitiu que sua moeda caísse para seu nível mais baixo desde 2008. Isso é visto como uma retaliação da China sobre as últimas altas de tarifas dos EUA. em uma guerra cambial, ela só reforçará o argumento para criptomoedas e os investidores provavelmente migrarão para ativos digitais para proteger seus investimentos.

Neste sentido, o CEO da Galaxy Digital, Mike Novogratz, disse que as condições macroeconômicas e os distúrbios geopolíticos deram "passos reais" para a atual recuperação do Bitcoin.

Já Anthony Pompliano, da Morgan Creek Digital Assets, disse que o Bitcoin está respondendo apropriadamente à instabilidade global. Max Keizer, apresentador do programa RT, Keiser Report, espera que o impulso do Bitcoin seja de US $15,000 ainda nesta semana.

Atualmente o Bitcoin está tentando sustentar acima da linha de tendência de baixa. Se for bem-sucedida, indicará a compra em níveis mais altos que podem levar o preço a US$ 13.156,96 e, acima dele, ao recente pico de US$ 13.973,50. Se a criptomoeda atingir novas máximas anuais, ela poderá subir para US $ 17.208,84 e, acima dela, para a máxima histórica.