Qualquer coisa que você disser, Jamie! CEO do JPMorgan vai "parar de falar sobre Bitcoin

O CEO do JPMorgan, Jamie Dimon, disse que "não vai mais falar sobre Bitcoin", pois a empresa diz que é "mente aberta" sobre criptomoeda.

Conforme relatado pela CNBC na quinta-feira, Dimon, que causou um flash crash no Bitcoin quando o descreveu como uma "fraude", parece ter perdido a fé em seu próprio julgamento.

"Eu não colocaria isso no topo da categoria de coisas importantes no mundo. Mas não vou mais falar sobre Bitcoin", ele disse aos repórteres, respondendo a uma consulta.

Adicionando à aparente meia-volta no sentimento anti-Bitcoin do banco, a CFO Marianne Lake chegou até a aceitá-lo.

"Somos de mente aberta para moedas digitais que são devidamente controladas e reguladas", acrescentou, além de elogiar os méritos da tecnologia Blockchain.

Os comentários vêm, como apontaram figuras de finanças, para o que chamavam de "hipocrisia" nos comentários do JPMorgan e Dimon. A Cointelegraph informou anteriormente que o Capital de Risco (VC) Bart Stephens se juntou ao Goldman Sachs e investidores de alto nível ao adotar um tom mais otimista sobre o Bitcoin.

Enquanto isso, o Bitcoin conseguiu sacudir os últimos restos do impacto de Dimon, com os preços correndo para novos máximos históricos de mais de US $ 5200 hoje.