O que acontecerá com meus Bitcoins quando eu morrer?

Ao contrário dos fundos de aposentadoria ou mesmo das contas de poupança, ninguém precisa saber se você é dono deles, ou quanto você tem, ou mesmo como acessá-los sem você. O Bitcoin fornece um espaço protegido para a reserva de riqueza que pode ser mantida em segredo de todos.

É uma das características atraentes do Bitcoin para alguns, mas também significa que é muito fácil levar uma fortuna de moeda digital para o túmulo.

Houve alguns exemplos recentes de pessoas morrendo sem fazer provisões para a fortuna de Bitcoin, o que pode levar a algumas situações complicadas para os parentes mais próximos para tentar reivindicá-lo.

Pequena fortuna inacessível

Em um caso recente, um homem no Colorado morreu deixando mais um fardo e uma dívida para a família resolver que uma herança - ou eles assim pensavam.

Acontece que o homem estava investindo em Bitcoin quando ele estava mais perto de US$ 13 por moeda, em vez de US$ 4.000 que se encontra hoje. Sua fortuna Bitcoin foi armazenada em uma carteira virtual, que proporcionava seu próprio problema.

Este homem usava a Coinbase como uma carteira que era uma das razões pelas quais sua família conseguiu reivindicar seu dinheiro.

Ao revisar sua conta bancária, que revelou débitos junto à Coinbase, sua família com os documentos em mãos entrou em contato com a casa de câmbio, que confirmou a existência de uma carteira e agora está em processo de transferência de seus conteúdos.

Claro, isso pode levar a muitas questões com fraudadores usando falsos certificados de óbito e outros documentos para fazer reivindicações sobre carteiras Bitcoin de alguns clientes.

O poder da chave privada

Claro, esta instância dependia da Coinbase aceitar a história de sua família e abrir sua carteira para eles, mas há outra maneira de garantir o futuro da sua fortuna Bitcoin para seus parentes mais próximos.

A chave privada de uma carteira é a passagem de acesso para uma carteira, mas nem sempre é entregue por alguma das carteiras on0line mais populares.

Se um proprietário do Bitcoin morrer sem passar pela chave privada, seus herdeiros podem descobrir sua carteira apenas para perceber que nunca terão acesso à riqueza dentro dela. Para evitar isso, o proprietário simplesmente deve garantir que alguém receba uma cópia da chave privada, anotando-a, armazenando-a em uma unidade de memória flash ou confiando-lhe um serviço comercial que as gerencia.

Perdido para sempre

Há, naturalmente exemplos em que Bitcoin pode se perder para sempre, se um detentor morrer e não informá-lo de possuir a moeda digital. Como não há tributação forçada ligada ao Bitcoin, os executores não podem nem usar isso para localizar ativos.

A situação do Bitcoin pode ser comparada a um momento em que as pessoas morreram com certificados de ações em caixas de sapato — às vezes elas passariam despercebidas por décadas até que a corporação que as emitiu concluisse que ninguém as resgataria e as transferiria para a divisão de propriedade não reclamada do governo estadual.