O que o futuro reserva para o Bitcoin em 2018?

A antecipação é uma parte importante no universo das criptomoedas, especialmente quando se trata de preços, mas neste mercado tão volátil, não é apenas seu valor que pode oscilar, todas as ocorrências afetam diretamente esse mercado em expansão.

Isso tem levado as pessoas a especularem o que 2018 reserva para o mundo da criptomoeda. 2017 foi, definitivamente, um enorme palanque no qual uma base sólida foi construída para este mercado. Mas o que esperar para 2018?

1. Bitcoin ainda reinará

Como a Bitcoin atingiu o auge de $20.000 antes do Natal, quando cresceu implacavelmente tanto em sua dominância como na sua expansão, a moeda vem caindo em ambos os aspectos, já que altcoin sazonal abriu o novo ano.

A criptomoeda original assistiu seu reinado cair abaixo de 33%, enquanto outros como Ripple, Stellar e Tron, engoliram parte da capitalização geral do mercado.

No entanto, já com um regresso agressivo, a premissa é que o Bitcoin ainda poderá ser líder de mercado em 2018.

Erik Voorhees, CEO da troca de ativos digitais ShapeShift, disse que houve uma queda das transações na plataforma dominante de Bitcoin já a um ano, mas que o Bitcoin está realmente se beneficiando com o crescimento dos Altcoins.

"O Bitcoin tem efeitos tão magníficos na rede que não vejo outra altcoin que seja um pouco melhor no quesito de pagamentos" ou alguma outra função neste momento, disse o diretor autônomo da Estratégia Fintech, Lex Sokolin .

2. Mais instituições se juntarão à briga

Depois de rir a toa, e então finalmente tomar conhecimento, os tipos de Wall Street foram forçados a prestar atenção no Bitcoin. Isso levou a mais instituições aceitarem o Bitcoin ou até mesmo se juntar à briga.

A aprovação do CME e CBOE adotando a perspectiva do Bitcoin é um indicador de tudo disso.

"Nossa base de investidores institucionais está muito interessada em aprender mais e obter exposição", disse Michael Graham, analista da Canaccord Genuity.

"Com os futuros mercados regulamentados, já operantes e iniciados em 2017, o momento é previsto para ETFs obterem aprovação em 2018", disse Nolan "Na verdade, o CBOE arquivou seis criptomoedas ETF no final de 2017, que poderiam entrar em vigor em 2018. Isso aumentaria dramaticamente a forma como os investidores institucionais poderia obter melhor exposição."

3. Os regulamentadores também estão prontos para pular dentro

Até agora, a regulamentação tem sido um tratamento de sintoma em vez de um procedimento estabelecido no mercado de criptomoedas, uma vez que eles ainda estão tentando recuperar o atraso.

No entanto, 2018 será um ano para que eles se consolidem e ganhem terreno, enquanto as criptomoedas se estabilizam e diminuem um pouco em suas formas mais pioneiras.

"Uma das coisas que veremos é a aplicação da lei aqui pelos regulamentadores", acrescentou Graham, da Canaccord. Ele espera que uma maior regulamentação cause um "grande evento de deslocamento de preços para todo o setor".

Os regulamentadores, sem dúvida, causam alguns problemas no crescimento das criptomoedas, pois eles assustam o mercado em expansão, porém, ainda frágil.

Spencer Bogart, diretor executivo e chefe de pesquisa da empresa de capital de risco Blockchain Capital, prevê grandes perdas com a regulamentação.

"Eu acho que poderíamos facilmente expurgar de 60 a 75% dos fundos de contabilidade de criptomoedas neste tipo de mercado", disse Bogart. "Neste ambiente, os fundos que podem ser chamados de capital e implantados contra-ciclicamente, podem ser significativamente benéficos".

4. A volatilidade ainda será sinônimo

Você não pode falar sobre Bitcoin sem mencionar a sua natureza de mercado volátil e, embora seja um ano mais velho e consequentemente mais sábio, ainda será uma grande aventura.

"Nós acreditamos que teremos mais forks em 2018 do que em 2017", continuou Graham de Canaccord. "Em última análise, acreditamos que esses forks trarão ventos favoráveis para o valor de Bitcoin a curto prazo e grandes obstáculos a longo prazo".