Visa, MasterCard e PayPal Pressionados para Suspender o Financiamento a Extremistas

Um grupo de ação pressionando entidades a bloquear fundos destinados a supremacistas brancos conseguiu com sucesso fazer lobby junto ao PayPal e está indo atrás de Visa e MasterCard.

SumOfUs, que se descreve como uma "organização corporativa cão de guarda" lançou nesta semana um petição para chamar a atenção para a prática.

"Nesta semana, mais de 70.000 membros da SumOfUs se rebelaram contra a ganância corporativa, pedindo que o PayPal e bancos franceses e austríacos parem de ajudar um violento grupo supremacista branco da Europa, que usam seus serviços para arrecadar dinheiro para sabotar barcos salvavidas que salvam refugiados no Mediterrâneo -- e vencemos," disse o Diretor de Campanha Senior Eoin Dubsky em uma nota à impressa ontem.

Tem crescido o foco sobre o financiamento de atividades ilícitas União Europeia recentemente 

Parcerias que visam saber como as redes terroristas se financiam em particular, foram lançadas com o apoio de legisladores e agências investigadoras de crimes, tais como a INTERPOL

As criptomoedas têm frequentemente surgido como um ponto de preocupação, apesar da grande variedade de opiniões de quão significante é o papel por elas desempenhado versus os métodos de pagamento em dinheiro vivo.

Em contraste, as ações parecem ter pouco impacto no grupo Geração Identitária Francesa, já que £50.000 chegaram a sua causa via canais de pagamento legítimo.

"Enquanto essas companhias fecham os olhos para o terror doméstico apenas para fazer uma grana fácil, eles são cúmplices da violência desencadeada em nossas comunidades."