EUA são pioneiros em votação eleitoral Blockchain com teste móvel na Virgínia Ocidental

Os eleitores dos EUA podem usar o Blockchain para depositar seus votos em urnas móveis pela primeira vez neste mês, após uma nova parceria testar a tecnologia no estado de Virgínia Ocidental.

De acordo com um comunicado de imprensa de 28 de março, eleitores militares registrados podem usar uma plataforma Blockchain recém-desenvolvida para votação móvel nas eleições primárias de 23 de março até o dia 8 de maio.

A plataforma é limitada a eleitores em dois distritos e é uma joint venture entre o Gabinete do Secretário de Estado da Virgínia Ocidental, o provedor técnico Voatz, a Tusk/Montgomery Philanthropies, a New America e a plataforma Blockchain Trust Accelerator.

“Este projeto piloto é o primeiro desse tipo nos Estados Unidos. O aplicativo de votação móvel usa a tecnologia Blockchain para fornecer um processo de votação seguro”, confirma o comunicado.

“...Para melhorar a acessibilidade e aumentar a confiança em nosso sistema eleitoral, o Secretário de Estado da Virgínia Ocidental, Mac Warner, autorizou sua equipe da Divisão de Eleições a buscar um piloto de votação móvel para a Eleição Primária de 2018”.

Até agora, os EUA fizeram menos progressos de votação segura no Blockchain do que países como a Estônia, com a parceria traçando visivelmente comparações com as jurisdições "à frente do jogo" para garantir a votação e outras operações.

“Instituições governamentais em todo o mundo, incluindo o Brasil, Estônia, Dinamarca, Coreia do Sul e Suíça estão buscando ativamente a integração da tecnologia Blockchain”, observam eles.

Os eleitores elegíveis requerem apenas “um dispositivo móvel Apple ou Android compatível e um ID do Estado ou Federal aprovado e validado” para usar o serviço Blockchain.