EUA: Colorado propõe aceitar criptomoeda em campanhas políticas

Candidatos políticos no Colorado poderão em breve aceitar o Bitcoin ou outras moedas digitais para suas campanhas, de acordo com relatórios do Denver Post em 17 de maio.

O secretário de Estado Wayne Williams fez a proposta de permitir doações de criptomoedas em campanhas políticas em um rascunhos das regras apresentadas em 16 de maio, segundo o jornal Denver Post.

A Comissão Federal de Eleições dos EUA (FEC) já aprovou a aceitação do Bitcoin como doações em espécie para campanhas políticas, o que dá à campanha 10 dias para transferir a criptomoeda doada para o depósito oficial de sua campanha.

As doações em criptos seriam tratadas como doações em dinheiro, sendo o valor determinado no momento da doação. De acordo com o Denver Post, o Colorado provavelmente seguirá a designação de criptomoeda da FEC como uma doação em espécie, que devolveria ou reembolsaria as contribuições aos doadores se o valor da criptomoeda doada exceder o limite agregado.

Embora tais doações possam ser convenientes para o doador, a vice-secretária de Estado do Colorado, Suzanne Staiert, disse: "Será um problema contábil, potencialmente, para campanhas que queiram usá-lo". No entanto, Staiert também acrescentou que a FEC está fazendo isso agora, então estamos apenas indo na onda.”

O Colorado não seria o primeiro estado dos EUA a permitir doações para campanhas políticas em criptomoedas - sendo a primeira New Hampshire, que começou a permitir que os candidatos aceitassem essas contribuições em 2014.

No início deste mês, o Cointelegraph informou que uma lei estadual para criar diretrizes para a identificação de tokens cripto foi rejeitada no Senado estadual do Colorado, no que alguns consideraram um golpe para bloquear a inovação no estado.