Operadora da exchange Upbit aporta US$ 46 milhões em blockchain em primeiro ano de investimento

A empresa controladora da exchange de criptomedas sul-coreana Upbit investiu quase US$ 50 milhões em startups de blockchain desde março de 2018, informou o jornal The Investor nesta quarta-feira, 15 de maio.

A Dunamu, que criou uma subsidiária de investimentos dedicada, a Dunamu & Partners, no mesmo período do ano passado, fez doações para um total de 26 empresas.

No total - segundo planos anunciados anteriormente - a empresa pretende investir 100 bilhões de won (US$ 84 milhões) na indústria.

Dunamu Investments

"Nosso objetivo é contribuir para o crescimento saudável do ecossistema blockchain, investindo ativamente em startups com tecnologia e serviços de classe mundial com potencial para implementação na vida real", disse Ryan Lee, CEO da Dunamu & Partners, ao The Investor. Ele afirmou ainda:

"A estratégia da Dunamu e Dunamu & Partners de identificar e investir em startups inovadoras de tecnologia e finanças, independentemente do tamanho, estágio e região, continuará em 2019."

Como informado pelo Cointelegraph, a Coréia do Sul registrou recentemente grandes investimentos relacionados à blockchain e criptomoedas. No mês passado, um fundo japonês injetou US$ 200 milhões na operação da exchange Bithumb.

Enquanto isso outra plataforma, a Korbit, poderá finalmente ficar sob o controle da Disney Corp, se um acordo de capital de US$ 13,2 bilhões em ações prosseguir.

A Kakao Corp., gigante da internet sul-coreana que já está ativa na arena das criptomoedas, confirmou que planeja lançar sua própria plataforma blockchain em junho.

Para a Dinamu, o investimento irá, em particular, para entidades envolvidas na adoção de serviços de blockchain, fintechs em compliance com as regulamentações e criação de conteúdo, observa The Investor.