Universidade College de Londres corta laços com a IOTA, cita

O Centro de Tecniligias Blockchain (CTB) da Universidade College de Londres (UCL) publicou em seu website um anúncio de que dissolveu seus laços com a Fundação IOTAinformou a TNW em 28 de abril.

A nota enfatiza o compromisso do CTB com a “pesquisa de segurança aberta" e diz na íntegra o seguinte:

“O Centro deTecnologias Blockchain da UCL não está mais associado à Fundação IOTA. Em relação à notícia recente [sic], reafirmamos nosso apoio à pesquisa de segurança aberta, como um pré-requisito para entender as garantias fornecidas por qualquer tecnologia blockchain. É inadequado que os pesquisadores de segurança estejam sujeitos a ameaças de ação legal por divulgar seus resultados.”

Apesar de não ser confirmado, a alusão do CBT a “reportagens recentes” e pesquisadores sendo submetidos a “ameaças de ação legal” parece ser uma referência à controversa repercussão sobre um relatório de vulnerabilidade da IOTA que foi publicado em setembro passado como parte do Digital MIT. Currency Initiative (DCI) que encontrou uma vulnerabilidade nos repositórios de código aberto da IOTA no GitHub.

Embora a IOTA tenha respondido corrigindo a vulnerabilidade e não tenha negado inicialmente que a função de hash do Curl pudesse ser comprometida, eles sugeriram que esse ataque seria impraticavelmente complexo e que os fundos dos usuários não estavam seriamente em risco.

A situação se deteriorou em 17 de outubro, quando a correspondência vazada pareceu mostrar o principal criptógrafo da IOTA, Sergey Ivancheglo, agindo independentemente da Fundação IOTA, ameaçou um dos pesquisadores com uma ação legal.

Além de decidir cortar os laços com a IOTA, a Universidade College de Londres parece ter removido todas as inscrições no IOTA do site da CTB, como a TNW reportou posteriormente. A página da IOTA no site da CTB agora retorna um erro 404, mas uma versão arquivada ainda pode ser recuperada.

Em resposta às solicitações de comentários da Cointelegraph, o CTB esclareceu:

“O CTB da UCL não era afiliado à Fundação IOTA. Em vez disso, a Fundação IOTA era membro da "Aliança da Infústria CTB da UCL". Não temos nada a acrescentar em relação ao que já publicamos em nosso site. Podemos simplesmente acrescentar que o CTB da UCL interrompeu a associação com a fundação IOTA até novo aviso”.

Até momento desta publicação, nenhum representante da Fundação IOTA respondeu às solicitações de comentários sobre a decisão da UCL.