Emirados Árabes Unidos vão apresentar regulamento de ICO no primeiro semestre de 2019, observa regulador

Um regulador financeiro dos Emirados Árabes Unidos (EAU) introduzirá regulamentos de oferta inicial de moedas (ICO) no país até o final do primeiro semestre do próximo ano. Este desenvolvimento foi relatado pelo jornal local em inglês The National em 21 de dezembro.

A Autoridade de Valores e Commodities dos Emirados Árabes Unidos (SCA), que regulamenta e monitora os mercados, trabalhará com a Bolsa de Valores de Abu Dhabi e o Mercado Financeiro de Dubai para desenvolver uma plataforma para o comércio de token de ICO.

O executivo-chefe da SCA, Obad Al Zaabi, declarou que o regulador “assinou acordos com escritórios de advocacia para criar a caixa de areia e livros de regras para a emissão de ICOs”.

O artigo explica que o termo “caixa de areia regulamentar” se refere a “uma estrutura que facilita o desenvolvimento da indústria de tecnologia financeira”. Falando sobre cronogramas, a Zaabi disse que “os requisitos legais serão concluídos até o final do primeiro semestre de 2019."

Além disso, ele acrescentou que “a adoção de tecnologia e desenvolvimento de infra-estrutura no lado das trocas” levará mais tempo. Zaabi concluiu:

“Nosso mercado está aberto. O registro e licenciamento [de ICO] está disponível para todos os tipos de empresas, de todo o mundo. Existe demanda. Já recebemos alguns pedidos para a emissão dos ativos cripto e tokens.”

Os Emirados Árabes Unidos recentemente apresentaram outras iniciativas que podem ter um impacto positivo na adoção de blockchain no país. Como relatado pela Cointelegraph, o Conselho Consultivo da Federação dos Bancos dos Emirados Árabes Unidos (UBF) discutiu a aplicação da tecnologia blockchain aos seus bancos membros.

Além disso, o banco central dos Emirados Árabes Unidos está colaborando com a Autoridade Monetária da Arábia Saudita (SAMA) para emitir uma criptomoeda aceita em transações entre os dois países.