UNICEF lança fundo de criptomoeda apoiado pela Ethereum Foundation

O UNICEF, Fundo das Nações Unidas para a Infância, lançou um fundo de criptomoeda para apoiar a tecnologia de código aberto "que beneficia crianças e jovens em todo o mundo".

De acordo com o anúncio oficial publicado em 8 de outubro, o UNICEF se tornou a primeira organização das Nações Unidas a "manter e fazer transações em criptomoeda", a saber, Bitcoin (BTC) e Ether (ETH). A diretora executiva do UNICEF, Henrietta Fore, acrescentou:

“Este é um empreendimento novo e emocionante para o UNICEF. Se as economias e moedas digitais têm o potencial de moldar a vida das próximas gerações, é importante explorar as oportunidades que elas oferecem. É por isso que a criação do nosso Fundo de Criptomoeda é um passo significativo e bem-vindo no trabalho humanitário e de desenvolvimento".

Plataforma Ethereum pode "melhorar inúmeras vidas"

Segundo o anúncio, a Ethereum Foundation, uma organização suíça sem fins lucrativos, tornou-se a primeira colaboradora do novo fundo de criptomoeda. Aya Miyaguchi, diretora executiva da fundação, teria dito que 100 Ethers - cerca de US$ 18.000 no momento desta publicação - já foram enviados ao UNICEF por meio da nova parceria.

Esses fundos “beneficiarão três donatários do Fundo de Inovação da UNICEF” e “um projeto coordenado pela iniciativa da GIGA para conectar escolas de todo o mundo à Internet”, de acordo com o anúncio. Miyaguchi adicionou:

"Nosso objetivo é apoiar a pesquisa e o desenvolvimento da plataforma Ethereum e aumentar a comunidade daqueles que se beneficiam de uma tecnologia que melhorará inúmeras vidas e indústrias nos próximos anos".

Como o Cointelegraph informou em 10 de dezembro de 2018, o Fundo de Inovação da UNICEF investiu US$ 100.000 em seis empresas para o desenvolvimento de projetos de blockchain.

Em fevereiro, a hackathon de hardware Ethereum ETHDenver fez uma parceria com o UNICEF em um sistema de recompensa de tokens blockchain.