Fontes não confirmadas dizem que Boeing juntou-se à IBM no conselho da Hedera Hashgraph

A Boeing, gigante da aviação global, teria entrado para o conselho de governança da rede descentralizada empresarial Hedera Hashgraph.

Dez membros no conselho

A gigante americana de aeronaves é a 10a. empresa da lista de membros do conselho de administração da Hedera, que já inclui a gigante de tecnologia IBM, a holding financeira japonesa Nomura Holdings, a empresa indiana de telecomunicações Tata Communications e a empresa de serviços financeiros FIS Global, conforme a Coindesk informou em 29 de agosto.

Segundo o relatório, a Boeing não confirmou oficialmente a notícia.

No conselho da Hedera, cada membro executa seu próprio nó via hashgraph - um algoritmo patenteado que afirma fornecer benefícios básicos da blockchain, como descentralização e segurança, diminuindo supostas desvantagens associadas à blockchain, como baixa escalabilidade.

Hedera tem lançamento em setembro

Assim que o acesso aberto da rede Hedera for lançado em setembro, os membros do conselho também poderão usar o serviço de consenso Hedera, que permite conectar redes privadas à rede pública para se beneficiar do sistema de pedidos de transações, diz a matéria. A Hedera planeja incluir até 39 membros em seu conselho de governança.

A notícia vem em meio ao anúncio dos planos da Hedera para lançar o acesso aberto à sua mainnet beta em 16 de setembro, que incluirá testes de três serviços, incluindo criptomoeda, contratos inteligentes e serviços de arquivos. Segundo a nota pela empresa, as transações de criptografia na rede serão limitadas a 10.000 por segundo, enquanto os serviços de arquivo serão limitados a 10 operações por segundo.

Enquanto isso, a Boeing, uma das maiores fabricantes da aviação global e o quinta maior conta do setor de defesa do mundo, não é nova na tecnologia blockchain. Em julho de 2018, a Boeing fez uma parceria com a empresa de inteligência artificial SparkCognition para desenvolver veículos sem piloto e outros produtos usando blockchain. Em 2016, a Boeing solicitou uma patente para backup de GPS e anti-spoofing a bordo, também usando blockchain.