Comissão eleitoral da Ucrânia usa Blockchain do NEM para julgamento de votação

Um membro da Comissão Eleitoral da Ucrânia revelou em um post no Facebook em 7 de agosto que eles estão trabalhando com o NEM em um piloto de blockchain.

Oleksandr Stelmakh, chefe do Registro de Estado na Comissão Eleitoral Central da Ucrânia, pareceu satisfeito com os testes em curso, escrevendo no post que eles estão “continuando [uma] série de experimentos aplicando a tecnologia blockchain dentro do voto eleitoral”.

Stelmakh notou que eles criaram um voto de teste usando 28 nós com o blockchain do NEM “há várias semanas”, acrescentando que “a votação ainda está aberta e qualquer um pode participar”.

O julgamento, que surgiu como resultado de uma parceria com o NEM da Ucrânia local, envolve exclusivamente uma rede de teste com tokens NEM de teste “gentilmente cedidos por um representante da Fundação NEM na Ucrânia”, Anton Bosenko.

Com base nas taxas atuais, Stelmakh calculou que o custo de instalar a votação blockchain em cada seção no país seria em torno do equivalente a US $ 1.227 por implementação. Ele escreve que este é um "preço pequeno a pagar" em troca de proteção imutável dos dados do voto.

A Ucrânia está no meio de finalizar sua abordagem regulatória para a criptomoeda, com o Conselho de Estabilidade Financeira do país no mês passado apoindo a ideia de tratar ativos digitais como instrumentos financeiros. Apesar de seus custos relativamente baixos de eletricidade, a Ucrânia, no entanto, não tem planos de regular a indústria informal de mineração, como informou a Cointelegraph.