Duas empresas de investimento lançam ETF de rastreamento por computação de nuvem e empresas blockchain

A empresa de consultoria de investimentos com sede nos Estados Unidos AdvisorShares e a empresa de consultoria de investimentos Sabretooth Advisors lançarão um fundo negociado em bolsa (ETF) que rastreia empresas de tecnologia, incluindo as envolvidas com blockchain e computação em nuvem, informou o MarketWatch em 6 de fevereiro.

Os ETFs são títulos e valores mobiliários que rastreiam uma cesta de ativos representados proporcionalmente nas ações do fundo. Os ETFs são oferecidos em todas as classes de ativos, incluindo investimentos tradicionais e ativos alternativos, como commodities ou moedas, permitindo também que os investidores atinjam mercados curtos ou ganhem alavancagem.

A ideia do novo ETF AdvisorShares Sabretooth (ticker: BKCH) - que deve chegar ao mercado em 7 de fevereiro - é que as entidades que implementam computação em nuvem e envolvam tecnologias emergentes como blockchain podem alcançar maior lucratividade e aumentos nos preços das ações dentro de um tempo razoável.

Muitos veem o surgimento de ETFs de criptomeoda e blockchain, entre outros derivativos, como um sinal de que esses mercados estão amadurecendo.

Em fevereiro de 2018, os reguladores canadenses aprovaram o primeiro ETF baseado em blockchain do país, focado em grandes e pequenas empresas de blockchain. Naquela época, a emissora de ETFs Harvest Portfolios já possuía o Harvest Blockchain Technologies Index, projetado para acompanhar o desempenho de emissores nos segmentos blockchain de grande capitalização e emergentes.

No final de janeiro, o CBOE (Chicago Board Options Exchange), juntamente com a empresa de investimentos VanEck e a empresa de serviços financeiros SolidX, aplicou novamente com a Commissão de Valores Mobiliários (SEC) dos EUA para uma mudança de regra para listar um ETF de Bitcoin (BTC). Enquanto as empresas primeiro entraram com um pedido junto à SEC para listar um ETF baseado em Bitcoin em 6 de junho de 2018, o processo de requerimento sofreu vários atrasos, uma vez que a SEC voltou atrás em sua decisão em várias ocasiões.