Jack Dorsey, CEO do Twitter, reafirma o futuro otimista do Bitcoin e Cripto como Global Payment

 

O CEO do Twitter and Square Inc., Jack Dorsey, expressou otimismo sobre o papel da criptomoeda no futuro dos pagamentos, dizendo que "a internet merece uma moeda nativa" e "terá uma moeda nativa", informa a Bloomberg em 16 de maio.

Na conferência de consenso de quarta-feira, Dorsey compartilhou a visão dos entusiastas cripto de que as moedas virtuais são o futuro de um meio legítimo de pagamento global. Ele disse que não sabe se será o Bitcoin (BTC), mas "espero que sim". Dorsey disse:

“Essa tecnologia é uma mudança fundamental para o nosso mundo e pode ter tantos resultados positivos. Temos que fazer o trabalho para educar os reguladores e educar a SEC por que essa tecnologia é importante”.

O Square, uma desenvolvedora de soluções de pagamento e serviços financeiros, permitiu que os comerciantes aceitassem BTC em 2014 e disponibilizou a negociação de BTC para quase todos os usuários de seu aplicativo Cash em fevereiro deste ano.

Nem todos na Square compartilham o entusiasmo de Dorsey. Ele disse que "esta foi uma jogada bastante controversa na empresa", acrescentando que ainda há debates e lutas sobre o tema. De acordo com Dorsey, alguns dos conselhos de administração da empresa também resistem à ideia de criptomoedas.

No início de maio, a Square registrou baixos lucros com a negociação de BTC no primeiro trimestre, que somaram cerca de US$200.000. Enquanto o comércio BTC constituía uma receita global de 5% de US$34,1 milhões, a empresa gastou US$33,9 milhões para comprar os tokens.

O discurso recente de Dorsey reafirma os comentários anteriores de que o Bitcoin se tornará a "moeda única" do mundo dentro de uma década. Ele disse:

“O mundo finalmente terá uma moeda única, a Internet terá uma moeda única. Eu pessoalmente acredito que será o Bitcoin.”

Dorsey observou que, no momento, o Bitcoin é “lento e caro”, o que dificulta o uso como meio de troca. Ele acrescentou que "quanto mais e mais pessoas têm, essas coisas desaparecem".