As Top 10 da indústria Blockchain de 2017

2017 foi definitivamente o ano da Blockchain e criptomoedas. O Bitcoin subiu de pouco mais de US$950 no começo do ano para os US$20,000.

A capitalização total de mercado de todas as criptomoedas chegou aos US$600 bi em dezembro.

Também vimos um enorme crescimento no número das Ofertas iniciais da moeda - de uma ou duas por semana em 2016, para dúzias de ICOs em sete dias em 2017

O Cointelegraph está lançando o "Especial de Ano Novo" uma série de artigos para destacar os resultados desse ano e para se preparar para o ano de 2018.

No artigo de hoje, vamos ver as melhores companhias em performance durante este memorável ano para a indústria.

Ethereum

Capitalização de mercado: US$73 bi

Ethereum é uma plataforma descentralizada que trabalha com contratos inteligentes. Os contratos inteligentes permitem a celebração de contratos que são executados automaticamente sem interação humana.

Vitalik Buterin, o vencedor do World Technology Award de 2014, e Jeffrey Wilcke, o ex-vice presidente da Amazon, lançaram o projeto em 30 de julho de 2015.

Em 2017, três de cada quatro projetos foram realizados na plataforma da Ethereum, fazendo dela a plataforma mais popular para ICO do ano.

Por volta de 13 milhões de pessoas usam seus serviços. O seu token, ETH, é o terceiro entre todas a criptomoedas, atrás apenas do Bitcoin e do Ripple, em capitalização de mercado.

Vitalik Buterin

Jeffrey Wilcke

Vitalik Buterin também foi listado na lista da Bloomberg dos Top 50 Most Influential People (os 50 mais influentes) desse ano.

IOTA

Capitalização de mercado: aprox. US$15 bi

IOTA é uma empresa de capital aberto e distribuído especializada na Internet of Things. O sistema não tem taxas de transações, um tempo baixo de confirmação e é estável mesmo com um alto número de transações graças a sua tecnologia inovadora de modelo de consenso a “Tangle.” Esse modelo não tem blocos, chains e nem mineração. Se você quer fazer uma transação precisa antes aprovar duas outras transações apontadas pelo sistema. Essas ações provam que todos os nós tem o mesmo valor atual.

O projeto foi lançado em julho de 2016 por David Sønstebø, um empreendedor serial e Dominik Schiener.

Em novembro de 2017, o IOTA firmou parceria com a PwC, Microsoft, Deutsche Telekom e outras para um programa de monetização de dados.

A companhia também recebeu investimentos significativos do grupo Bosch neste ano.

David Sønstebø

Dominik Schiener

Até novembro de 2017, a plataforma da IOTA tinha mais de 65.000 usuários.

Coinbase

Capitalização de mercado: US$ 2 bi (GDAX)

Coinbase é uma das maiores carteiras de moedas digitais e plataforma de câmbio. Um simples anúncio de que a Coinbase vai trabalhar com o Bitcoin Cash afetou significativamente o preço do BCH. A plataforma é um dos três projetos Blockchain que recebeu Bit-license, a licença de negócios emitida pelo Department of Financial Services do estado de Nova York. Em 2016, foi transformada em GDAX, uma Global Digital Asset Exchange.

A casa de câmbio é a primeira do tipo que negocia Bitcoins e que está licenciada pelo EUA e que comprovam que suas ações são confiáveis por terem uma supervisão de perto do Securities and Exchange Commission.

Brian Armstrong, que trabalhou com a Airbnb, Deloitte, IBM e Fred Ehrsam, um ex-corretor na Goldman Sachs, lançaram a empresa em julho de 2011.

Brian Armstrong

Fred Ehrsam

O Global Digital Asset Exchange tem mais de 13.300.000 de usuários.

Ripple

Capitalização de mercado: US$30 bi

O Ripple é um sistema de real-time gross settlement e cambio de moedas. A meta central é criar um sistema inteiro de transferência de dinheiro. Lançado em 2012, a companhia está trabalhando para garantir transações em tempo real entre bancos.

Atualmente a companhia está trabalhando com mais de 75 bancos por todo o mundo. Estes bancos estão implementando e testando a tecnologia em seus sistemas de pagamento interno. Em dezembro de 2017, A Ripple anunciou que bancos japoneses e sul-coreanos começaram a testar o Blockchain para baratear pagamentos internacionais entre bancos.

A companhia foi organizada em outubro de 2012, por Brad Garlinghouse, o ex-senior vice presidente da Yahoo, e Stefan Thomas, fundador e co-fundador de seis outras empresas.

Brad Garlinghouse

Stefan Thomas

Brave

Capitalização de mercado: US$ 340 mi

A Brave é um web browser que bloqueia anúncios e rastreadores. Como resultado, os websites ficam mais rápidos e o tráfego diminui significativamente. E você economiza tempo e dinheiro. E ainda, te protege de pegar vírus ao clicar em anúncios acidentalmente.

Brendan Eich, o criador da linguagem de programação JavaScript e o co-fundador do Mozilla, e Brian R. Bondy, o ganhador do Microsoft MVP Award for Visual C++ em 2010-2011, lançaram a Brave em maio de 2017.

Brendan Eich

Brian R. Bondy

Superficialmente, a Brave tem entre dois e três milhões de usuários. Brave também é uma das ICOs mais rápidas. O time levantou US$35 mi em 27 segundos.

Qtum

Capitalização de mercado: US$5 bi

A Qtum é o primeiro sistema de contratos inteligentes baseado em UTXO e com uma proof-of-stake consensus model. A plataforma usa uma camada de Account Attraction para combinar o Bitcoin Core e a Ethereum Virtual Machine. O modelo Proof of stake reduz a dificuldade computacional na rede e aumenta a possibilidade de scaling. Em 28 de dezembro de 2017, Qtum e Boafeng, o maior hosting de vídeos da China, anunciou a parceria para transformar a indústria da música e filmes.

Patrick Dai, Neil Mahi, o ex-Chief Blockchain Architect na BitSE, e Jordan Earls lançaram a Qtum em march de 2017.

Patrick Dai

Jordan Earls

Em 2017, A Forbes China incluiu Patrick Dai na lista dos “30 Under 30 China” por suas conquistas.

OmiseGO

Capitalização de mercado: US$1.700.000.000

Lançada em junho de 2017 por Jun Hasewaga e Donnie Harinsut, a OmiseGO é a tecnologia financeira descentralizada para serviços de pagamento e câmbio. Os fundadores desenvolveram um mecanismo para manter a liquidez do token em alta. A plataforma baseada no Ethereum é um link entre sistemas de pagamento, gateways e organizações financeiras. Apesar de o time não ser muito familiar para a comunidade Blockchain, seus supervisores são bem conhecidos. Vitalik Buterin, Gavin Wood, Joseph Poon, Roger Ver - essas são apenas algumas das estrelas. O time é apoiado pelo ministro das finanças tailandês.

Jun Hasewaga

Donnie Harinsut

Em agosto de 2017 a OmiseGO se tornou o primeiro token baseado na Ethereum com uma capitalização de mais de US$1 bi.

Steem

Capitalização de mercado: US$ 850 mi

Steem é a rede social descentralizada. Seus benefícios dependem do número de "likes" que seu post receber. A maneira como a comunidade responde te mostra como você pode melhorar suas habilidades. Você também pode criar novos tokens dentro da rede para arrecadar fundos na comunidade.


 

Ned Scott

Dan Larimer

Ned Scott e Dan Larimer, o CEO e o CTO em várias companhias, lançaram a Steemit em julho de 2016 e agora por volta de 500.000 pessoas estão usando a plataforma.

Augur

Capitalização de mercado: US$1 bi

Augur é a plataforma para a predição de eventos reais. Se você tem certeza que algo vai acontecer, você pode comprar parte nos lucros disso. Já que o sistema é baseado na Ethereum, contratos inteligentes vão garantir que os pagamentos serão processados. E como todas as predições são feitas em Blockchain públicas, ninguém pode mudar sua predição.

Jack Peterson

Joey Krug

Augur começou em agosto de 2015, por Jack Peterson e Joey Krug, investidor e Co-Chief Investment Officer na Pantera Capital.

Golem

Capitalização de mercado: US$ 500 mi

Golem é o primeiro supercomputador descentralizado e de capital aberto. A rede é baseada nos computadores dos usuários. Muitas industrias requerem um monte de computações como biologia, análise de DNA, criptografia, discrete logarithm, machine learning, big data, etc. O serviço providencia o poder para eles.

Julian Zawistowski

Piotr Janiuk

Lançada em novembro de 2016, por Julian Zawistowski, o vice presidente e membro do conselho no Institute for Structural Research e Piotr Janiuk. Golem conseguiu milhões de usuários nesse ano.


Siga-nos no Facebook